Atuação em situação de calamidade é tema central da nova Revista Conexão Geraes

Publicado em 09/12/2019

O crime ambiental ocorrido no município de Brumadinho (MG), em janeiro deste ano, trouxe a necessidade de o Serviço Social mineiro se qualificar quanto à atuação das e dos assistentes sociais em situações de calamidade, emergência e catástrofe. Da mesma forma que em 2015, com o rompimento da barragem em Mariana (MG), centenas de pessoas perderam a vida e milhares foram afetadas de diferentes formas: um cenário que demanda o trabalho profissional da categoria. 

Estes crimes ambientais e contra a vida humana convidam as e os assistentes sociais a aprofundar no debate e produção de conteúdo a respeito da atuação nestes territórios, considerando as normativas das políticas públicas ali instaladas, com vistas a assegurar a continuidade dos atendimentos da população atingida e assegurando que a atuação profissional não caia no assistencialismo ou voluntariado. 

Por outro lado, este cenário é uma oportunidade para olhar de forma crítica o atual modelo de mineração, em vigor, no Brasil, como propõe o artigo central desta Revista Conexão Geraes, “O trabalho da e do assistente social em situações de calamidade pública”, escrito pelo assistente social, professor de Serviço Social do Unihorizontes e coordenador da Comissão de Direitos Humanos do CRESS-MG, Leonardo Koury. 

A mineração hoje, em seus moldes atuais, prioriza o lucro sem considerar estratégias mais sustentáveis para a vida humana e para a natureza. Os crimes ocorridos nas duas cidades mineiras, nos últimos quatro anos, revelam o lado mais cruel deste modelo que é pautado na ganância capitalista e que em nenhum momento demonstra preocupação com a sobrevivência do entorno em que as empresas incidem. 

O CRESS-MG acredita que somente um modelo de mineração que se vincule ao uso da natureza e à integração da vida humana pode garantir uma economia sustentável às cidades em que as atividades de exploração são desenvolvidas. E em consonância com o objetivo do Seminário Estadual "O Trabalho da e do Assistente Social em Territórios Atingidos por Mineração/Barragens", promovido no mês de novembro, em Belo Horizonte, o texto propõe à categoria profissional entender o papel do sistema capitalista frente à crise ambiental. 

Também compõem a revista: uma análise feita pela Comissão Permanente de Ética (CPE) do Conselho a respeito das principais infrações éticas cometidas pela categoria; o texto “O trabalho social com famílias no Suas: pluralidade LGBT, identidades de gênero e a diversidade das configurações familiares”, escrito pelo assistente social e doutorando em Psicologia, Elton Brígida; um artigo elaborado a partir de uma pesquisa realizada pelo Grupo de Trabalho "GT Previdência Social" acerca do exercício profissional de assistentes sociais de Minas Gerais que trabalham no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS); e, finalmente, a importante contribuição da assistente social Maria Cristina Abreu com seu artigo “Em defesa da luta pela efetivação dos direitos das Pessoas com Deficiência: uma pauta para o Serviço Social”.

Temas afetos a diferentes bandeiras de lutas e áreas de atuação profissional e todos igualmente pertinente aos debates contemporâneos desta profissão. Com a presente edição da Revista Conexão Geraes, o CRESS-MG busca, uma vez mais, valorizar a produção de conhecimento em Serviço Social dentro do estado de Minas Gerais e espera contribuir para subsidiar a categoria neste importante movimento de educação permanente. Uma boa leitura a todas e todos!

Baixe aqui a Revista Conexão Geraes!

Conheça mais sobre o CRESS-MG

Informações adicionais
Informações adicionais
Informações adicionais

SEDE: (31) 3226-2083 | cress@cress-mg.org.br

Rua Tupis, 485 - sala 502. Centro. Belo Horizonte - MG. CEP 30190-060

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL JUIZ DE FORA: (32) 3217-9186 | seccionaljuizdefora@cress-mg.org.br

Av. Barão do Rio Branco, 2595 - sala 1103/1104. Juiz de Fora - MG. CEP 36010-907

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL MONTES CLAROS: (38) 3221-9358 | seccionalmontesclaros@cress-mg.org.br

Av. Coronel Prates, 376 - sala 301. Centro. Montes Claros - MG. CEP 39400-104

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL UBERLÂNDIA: (34) 3236-3024 | seccionaluberlandia@cress-mg.org.br

Av. Afonso Pena, 547 - sala 101. Uberlândia - MG. CEP 38400-128

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h