NAS VIÇOSA

Publicado em 17/05/2022

No início dos anos 2000, assistentes sociais de Viçosa começaram a se mobilizar para ter um espaço de diálogo, discussão e reflexão sobre a prática profissional. Assim, em 19 de agosto de 2004, surgia o Núcleo de Assistentes Sociais de Viçosa e Região (Nasvir), que cinco anos depois, foi formalizado pelo CRESS-MG. Hoje, o grupo tem extrema relevância para a categoria local, como pontua a primeira coordenadora, Maria Cândida Januzzi:

“A troca de experiência e a contínua apreensão e construção de saberes são fundamentais para a instrumentalização das e dos profissionais. Acredito, também, que nosso coletivo contribuiu e ainda contribui para que a categoria que atua em nossa área de abrangência, se organize, promovendo mais visibilidade e participação política na região”, avalia a assistente social.

Outra perspectiva que motivou a criação do Núcleo, foi a superação das práticas conservadoras na intervenção profissional. Para tal, era preciso ressignificar o modelo de intervenção profissional de acordo com as necessidades da realidade local, regional e nacional, a fim de responder às expressões da questão social. Em vista disso, a assistente social Maria Cândida comenta:

“As práticas conservadoras se apresentavam absolutamente questionáveis para enfrentar a questão social naquele tempo. Discutimos principalmente sobre nosso papel na consolidação dos direitos sociais e sobre a valorização e reconhecimento do Serviço Social enquanto profissão”.

Em todos estes anos de existência, os motivos que levaram à criação do Nasvir permanecem vivos. Ao longo desse período, o coletivo foi e é um espaço de articulação política e fortalecimento da categoria local. Nesse contexto, desempenha um papel estratégico na interiorização e descentralização da gestão política do CRESS-MG, além de ser um canal de difusão das bandeiras de luta do Conjunto CFESS-CRESS.

Ações que fizeram a diferença

  • Articulação do curso “Ética em movimento” junto com o CRESS-MG, em 2012
  • Mobilização em prol da implantação e  implementação da Política Nacional de Assistência Social (PNAS)
  • Luta pela implementação da Lei das 30h
  • Disseminador das ações do Conjunto CFESS-CRESS na região, intermediando a realização de atividades e eventos
  • Luta pela equiparação salarial de assistentes sociais da Política de Assistência Social.
  • Debate e promoção do lugar da e do Assistente Social na área da Educação
  • Debate sobre a política de Saúde Mental e o trabalho profissional
  • Debate e diálogo com os espaços de formação (UFV, Unopar, Esuv/Univiçosa)
  • Defesa local da jornada de trabalho profissional de 30 horas semanais
  • Rodas de conversas sobre assuntos relevantes que envolviam o cotidiano do trabalho profissional
  • Articulação do curso “Ética em movimento” junto com o CRESS-MG, em 2012
  • Debate sobre a política de Assistência Social, implantação do SUAS e o trabalho da e do assistente social
  • Participação e representação em Conselhos Municipais de Direito, na área da Saúde, Assistência Social e Direitos Humanos
  • Luta pela equiparação salarial de assistentes sociais da Política de Assistência Social no âmbito municipal, em relação às e aos profissionais de nível superior de outras categorias.

Engajamento de outras e outros profissionais: o constante desafio dos NAS

A participação das dos profissionais é algo desafiador para o NAS, principalmente, quando está relacionada às condições de trabalho, horários das reuniões, disponibilização de espaço adequado, distância entre os municípios, o que muitas vezes não é favorável para os encontros.

Outro obstáculo a ser superado é atender às demandas da categoria local, tendo em vista que o tempo dedicado ao NAS consiste em trabalho voluntário, o que exige uma dedicação além da jornada diária de trabalho das e dos profissionais que estão à frente do Núcleo. 

Para todos esses desafios, a principal saída é que mais assistentes sociais adiram ao NAS, participem das atividades, participando, divulgando e compondo o grupo da organização do coletivo. E então, venha fazer parte você também!

Pequena Memória para um tempo sem memória 

Gonzaguinha

Memória de um tempo onde lutar por seu direito

É um defeito que mata

São tantas lutas inglórias

São histórias que a história

Qualquer dia contará

De obscuros personagens

As passagens, as coragens

São sementes espalhadas nesse chão

De Juvenais e de Raimundos

Tantos Júlios de Santana

Dessa crença num enorme coração

Dos humilhados e ofendidos

Explorados e oprimidos

Que tentaram encontrar a solução

São cruzes sem nomes, sem corpos, sem datas

Memória de um tempo onde lutar por seu direito

É um defeito que mata

E tantos são os homens por debaixo das manchetes

São braços esquecidos que fizeram os heróis

São forças, são suores que levantam as vedetes

Do teatro de revistas, que é o país de todos nós

São vozes que negaram liberdade concedida

Pois ela é bem mais sangue

Ela é bem mais vida

São vidas que alimentam nosso fogo da esperança

O grito da batalha

Quem espera, nunca alcança

Ê ê, quando o Sol nascer

É que eu quero ver quem se lembrará

Ê ê, quando amanhecer

É que eu quero ver quem recordará

Ê eu, não posso esquecer

Essa legião que se entregou por um novo dia

Ê eu quero é cantar essa mão tão calejada

Que nos deu tanta alegria

E vamos à luta

Municípios da área de abrangência

Araponga, Cajuri, Coimbra, Ervália, Viçosa, Paula Cândido, Presidente Bernardes,Teixeira, Piranga, Porto Firme e São Miguel do Anta.

Entre em contato

E-mail: nasvicosaeregiao@gmail.com 

Coordenação: Diana Paula Santos Rocha (CRESS-MG 23.454).

Notícias relacionadas

O debate online acontece nos dias 17 e 18 de maio, a partir das 19h, pelo canal do YouTube CASS UFV: bit.ly/livenasvir. Para participar e receber certificação, faça sua inscrição previamente através do link: www.even3.com.br/sasufv

Conheça mais sobre o CRESS-MG

Informações adicionais
Informações adicionais
Informações adicionais

SEDE: (31) 3527-7676 | cress@cress-mg.org.br

Rua Guajajaras, 410 - 11º andar. Centro. Belo Horizonte - MG. CEP 30180-912

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL JUIZ DE FORA: (32) 3217-9186 | seccionaljuizdefora@cress-mg.org.br

Av. Barão do Rio Branco, 2595 - sala 1103/1104. Juiz de Fora - MG. CEP 36010-907

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL MONTES CLAROS: (38) 3221-9358 | seccionalmontesclaros@cress-mg.org.br

Av. Coronel Prates, 376 - sala 301. Centro. Montes Claros - MG. CEP 39400-104

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL UBERLÂNDIA: (34) 3236-3024 | seccionaluberlandia@cress-mg.org.br

Av. Afonso Pena, 547 - sala 101. Uberlândia - MG. CEP 38400-128

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h