A transversalidade do debate sobre saúde pública em tempos de coronavírus

Publicado em 08/04/2020

As mudanças trazidas pela pandemia do novo coronavírus nos indicam que será improvável, superada a crise, voltar à vida que levávamos antes. Aqui no Brasil, na China, na Itália ou nos Estados Unidos da América, os debates acerca de uma saúde pública, gratuita e de qualidade para toda a população são centrais neste momento.

No dia em que se comemora o Dia Mundial da Saúde, lembrado em 7 de abril, o CRESS-MG, em defesa do nosso Sistema Único de Saúde (SUS), e pensando, ainda, no conceito ampliado de saúde e na transversalidade desta pauta com questões sociais e econômicas, elenca, a seguir, artigos e vídeos para subsidiar e fomentar reflexões sobre o tema. Confira!

“Precisamos, enquanto assistentes sociais, nos reinventar neste momento de pandemia do coronavírus. É importante criar e acionar estratégias solidárias, mas também cobrar das autoridades públicas o devido cuidado e proteção social da população usuária atendida por nós. Temos que reduzir nosso contato, mas isso não significa que temos que reduzir o nosso cuidado.

Nossa categoria profissional tem uma atribuição muito bonita que é a da escuta qualificada: precisamos saber como estão as pessoas que nós assistimos, mesmo que seja de forma remota. Além disso, em tempos de ‘fake news’, é conduta ética instruir usuárias e usuários através de informações que sejam de fontes oficiais, confiáveis.”

O recado é da assistente social Andrêza Alves, especialista em Gestão Pública da Saúde e trabalhadora da Saúde Mental, em Lagoa Santa. Em uma publicação recente, em sua rede social, a defensora do Sistema Único de Saúde (SUS) fala do papel da categoria profissional na conjuntura de crise gerada pela propagação da Covid-19.   Confira!  


Em entrevista à BBC, o biólogo e virologista brasileiro, Atila Iamarino, comenta sobre as consequências de romper, neste momento, com as medidas de isolamento social  especialista já superam as 5 milhões de visualizações no YouTube.   Assista!  



O programa da Fiocruz aborda as consequências psicológicas que este momento de incerteza, provocado pela pandemia, pode trazer tanto às e aos profissionais da Saúde, quanto à população usuária.   Veja!  


Em razão da magnitude dos efeitos globalizados em níveis sanitários, econômicos, sociais, políticos, a crise do Covid-19 nos faz repensar nossas vidas em relação aos passado, presente e futuro. Em seu artigo, os estudiosos Leonardo Ostronoff e Massimo Bonato retratam suas impressões do ponto de vista da Sociologia e desde onde vivem: um em São Paulo (Brasil), outro na Itália.   Clique aqui para acessar!  


 


 

Conheça mais sobre o CRESS-MG

Informações adicionais
Informações adicionais
Informações adicionais

SEDE: (31) 3226-2083 | cress@cress-mg.org.br

Rua Guajajaras, 410 - 11º andar. Centro. Belo Horizonte - MG. CEP 30180-912

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL JUIZ DE FORA: (32) 3217-9186 | seccionaljuizdefora@cress-mg.org.br

Av. Barão do Rio Branco, 2595 - sala 1103/1104. Juiz de Fora - MG. CEP 36010-907

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL MONTES CLAROS: (38) 3221-9358 | seccionalmontesclaros@cress-mg.org.br

Av. Coronel Prates, 376 - sala 301. Centro. Montes Claros - MG. CEP 39400-104

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL UBERLÂNDIA: (34) 3236-3024 | seccionaluberlandia@cress-mg.org.br

Av. Afonso Pena, 547 - sala 101. Uberlândia - MG. CEP 38400-128

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h