Importância dos movimentos sociais é tratada em aula inaugural de Serviço Social da Uemg

Publicado em 29/03/2019

Ao longo da história brasileira, a luta dos movimentos sociais tem resultado em grandes avanços para a população e, que muitas vezes, se materializam em forma de políticas públicas. No cenário político atual, é necessário resgatar a memória dessas conquistas. Pensando nisso, o curso de Serviço Social da Universidade Estadual de Minas Gerais (Uemg), Campus Cláudio, resolveu debater o assunto em sua aula inaugural.

A atividade que aconteceu no dia 14 de março, teve a contribuição do militante, assistente social e conselheiro do CRESS-MG, Leonardo Koury, e a presença de estudantes, professoras, professores, incluindo o coordenador do curso e também conselheiro, Maicom Marques, além de representantes de movimentos sociais e pessoas da comunidade. Na ocasião, também houve uma homenagem à vereadora Marielle Franco, assassinada há um ano atrás.

Assistentes sociais em formação

Como estudante de Serviço Social, Matheus Borges, acredita que eventos que discutam a atualidade são essenciais para aplicar as matrizes teóricas vistas em sala de aula. “Pensar, refletir e debater sobre as manifestações da questão social, os desdobramentos do (des) governo, as bandeiras de luta da profissão também é necessário para a construção de um processo de formação que, conciliando o ensino, a pesquisa e a extensão produz uma aprendizagem no processo, uma formação em movimento para pensar de forma crítica nosso entorno”, afirma.

No momento da homenagem à Marielle Franco, foi reforçado que é impossível pautar qualquer mudança sem as mulheres e, como lembra Matheus, o imagem da vereadora sucinta o sentimento de resistência, luta e democracia que se relacionam com o exercício profissional das e dos assistentes sociais. Para a recém-formada em Serviço Social, Camila Vasconcelos, a homenagem foi marcante e propícia.

“Falar sobre Marielle incomoda e se há incômodo é porque algo está errado. Sem dúvidas, nós, assistentes sociais e estudantes de Serviço Social, precisamos estar sempre presentes nas lutas sociais e momentos como estes acendem a chama da mudança, da busca por uma sociedade mais justa e igualitária”, considera. Camila diz, ainda, que estes eventos mostram a resistência e coletividade enquanto categoria, além de deixarem evidente que não estamos sós na resistência.  

Conheça mais sobre o CRESS-MG

Informações adicionais
Informações adicionais
Informações adicionais

SEDE: (31) 3226-2083 | cress@cress-mg.org.br

Rua Guajajaras, 410 - 11º andar. Centro. Belo Horizonte - MG. CEP 30180-912

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL JUIZ DE FORA: (32) 3217-9186 | seccionaljuizdefora@cress-mg.org.br

Av. Barão do Rio Branco, 2595 - sala 1103/1104. Juiz de Fora - MG. CEP 36010-907

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL MONTES CLAROS: (38) 3221-9358 | seccionalmontesclaros@cress-mg.org.br

Av. Coronel Prates, 376 - sala 301. Centro. Montes Claros - MG. CEP 39400-104

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL UBERLÂNDIA: (34) 3236-3024 | seccionaluberlandia@cress-mg.org.br

Av. Afonso Pena, 547 - sala 101. Uberlândia - MG. CEP 38400-128

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h