Semana Nacional pela Democratização da Comunicação debate violação de direitos e liberdade de expressão

Publicado em 18/10/2018

Arte da Semana Nacional, divulgada pelo FNDC
Divulgação: FNDC

Entre 15 e 21 de outubro, as entidades filiadas ao Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC), do qual o CFESS também faz parte, promovem a Semana Nacional de Luta pela Democratização da Comunicação. Com atividades em todo o Brasil (clique aqui para ver a programação), o objetivo da Semana Nacional é promover  debates, seminários, atos, atividades políticas e culturais nos estados, com ênfase na denúncia de violações à liberdade de expressão no Brasil.

As entidades que integram o FNDC definiram esse tema com base na atual conjuntura, em que multiplicam-se casos de repressão a protestos e manifestantes, censura privada ou judicial de conteúdos na internet e na mídia, decisões judiciais e medidas administrativas contra manifestações artísticas e culturais, aumento da violência contra comunicadores/as, desmonte da comunicação pública, cerceamento de vozes dissonantes na imprensa, além de várias outras iniciativas que contribuem para calar a diversidade de ideias, opiniões e pensamento em nosso país.

E o Serviço Social está, há anos, inserido nessa luta. Sabe por quê? “Além de uma ação política, o envolvimento do CFESS neste debate está relacionado aos princípios e valores éticos da profissão. E, por isso, o Conjunto  CFESS-CRESS, em seus encontros nacionais, no eixo da comunicação,  tem deliberado pela maior inserção da profissão nessa discussão, bem como o estímulo à participação da categoria”, destaca a coordenadora da Comissão de Comunicação do CFESS, Lylia Rojas.

Se houvesse no Brasil uma mídia democraticamente acessível a todos/as, talvez você, assistente social, tivesse a oportunidade de assistir a outros programas de televisão, a ler outros jornais, a ouvir outras rádios e ter até suas reclamações ouvidas. Por isso, é tão importante a participação de assistentes sociais neste debate. Sempre bom lembrar: o Código de Ética do/a Assistente Social  traz, dentre outros, os princípios do “Reconhecimento da liberdade como valor ético central; Empenho na eliminação de todas as formas de preconceito, incentivando o respeito à diversidade, à participação de grupos socialmente discriminados e à discussão das diferenças; Garantia do pluralismo”.

Clique aqui e confira a programação de atividades pelo Brasil 

Conheça o site do FNDC

Leia ainda:

Comunicação também é assunto para assistente social

Fonte: CFESS

Conheça mais sobre o CRESS-MG

Informações adicionais
Informações adicionais
Informações adicionais

SEDE: (31) 3226-2083 | cress@cress-mg.org.br

Rua Tupis, 485 - sala 502. Centro. Belo Horizonte - MG. CEP 30190-060

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL JUIZ DE FORA: (32) 3217-9186 | seccionaljuizdefora@cress-mg.org.br

Av. Barão do Rio Branco, 2595 - sala 1103/1104. Juiz de Fora - MG. CEP 36010-907

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL MONTES CLAROS: (38) 3221-9358 | seccionalmontesclaros@cress-mg.org.br

Av. Coronel Prates, 376 - sala 301. Centro. Montes Claros - MG. CEP 39400-104

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL UBERLÂNDIA: (34) 3236-3024 | seccionaluberlandia@cress-mg.org.br

Av. Afonso Pena, 547 - sala 101. Uberlândia - MG. CEP 38400-128

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h