Reflexão e resistência marcaram eventos pelo Dia das e dos Assistentes Sociais pelo estado

Publicado em 14/06/2018

Maio é o mês das e dos assistentes sociais e, em Minas Gerais, diversas cidades promoveram atividades para marcar a data. A iniciativa partiu tanto do CRESS-MG como dos Núcleos de Assistentes Sociais espalhados pelo estado. Seguindo o tema que o Conjunto CFESS-CRESS propôs para a comemoração deste ano, “Nossa escolha é a resistência: somos classe trabalhadora”, estes encontros reuniram centenas de profissionais e possibilitaram a reflexão sobre como a união e a formação permanente são ferramentas essenciais para superar o atual cenário de retrocessos.

Capital

Em Belo Horizonte, o Dia das e dos Assistentes Sociais, 15 de maio, foi marcado por um seminário promovido pelo CRESS-MG e que teve como convidada especial a professora e doutora, Yolanda Guerra. Cerca de 200 pessoas participaram tanto da palestra proferida pela profissional, quanto das quatro oficinas que também integraram a programação.

A mesa de abertura foi composta pela presidenta do Conselho, Julia Restori, pelo deputado estadual e assistente social, André Quintão, pelo vereador, Pedro Patrus, e pelo coordenador do curso de Serviço Social do Centro Universitário UNA, Cristiano de Costa Carvalho. Em sua fala, a presidenta destacou que a resistência deve fazer parte do cotidiano da categoria, baseando-se em estratégias de unidade, e que, para isso, é preciso a participação de todas e todos.

A atualidade do Código de Ética, que este ano completa 25 anos, também foi lembrada por Julia: “Somos profissionais que defendemos a democracia, os direitos humanos, uma sociedade mais justa e igualitária, o que é preconizado pelo nosso Código de Ética. Mas ainda há muitas e muitos assistentes sociais que se pautam no conservadorismo para exercer a profissão. A realidade de retrocessos sociais também avança dentro da categoria. É preciso criar alternativas e discutir quais são os caminhos de resistência e de mobilização”, indica.

Assista a mesa de abertura do evento em BH.

Assista a mesa com Yolanda Guerra: “Nossa escolha é a resistência: somos classe trabalhadora”.

Seccionais

As três Seccionais também realizaram programações variadas para comemorar o Dia das e dos Assistentes Sociais, unindo momentos de intercâmbio entre colegas de profissão com momentos de difusão de conhecimento e reflexões pertinentes ao Serviço Social. Abrindo os trabalhos, a Seccional Montes Claros organizou, através do projeto CRESS-MG na Estrada, atividades em Almenara (05/06),  na foto, Buenópolis (25/05) e Grão Mogol (10/05), todas abordando o tema da Campanha do Conjunto CFESS-CRESS: “Nossa escolha é a resistência: somos classe trabalhadora!”. A ideia foi contemplar profissionais de diferentes regiões da área de abrangência da Seccional.

Já a Seccional Juiz de Fora fez uma parceria com a Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e a Universidade Salgado de Oliveira (Universo) e promoveu a Semana da e do Assistente Social, de 14 a 18 de maio. A abertura do evento contou com palestras de José Paulo Netto e Marilda Iamamoto (foto) e, ao longo dos outros dias, houve, ainda, oficinas, mesas de debate, lançamento de livros e participação na Feira de Saúde Mental, visto que a semana se encerrou justamente no Dia da Luta Antimanicomial. O caráter colaborativo de construção do evento, que teve também a participação da Abepss e do Hospital Universitário, garantiu o sucesso da programação e fortaleceu os laços com outros atores sociais.

No Triângulo Mineiro, a Seccional Uberlândia marcou a data com várias atividades, durante os dias 18 e 19 de maio. Além da palestra principal, com o professor José Fernando Siqueira da Silva, foram promovidas oficinas simultâneas sobre “Trabalho social com Famílias”, com a facilitadora Maria Guimarães, “Ética e Sigilo Profissional”, com Denise Cunha, assistente social e coordenadora técnica do CRESS-MG, e “Estudo Social e seus registros: perícias, laudos e pareceres técnicos”, com Rodrigo Valadares, assistente social e diretor Seccional Uberlândia.

Minas adentro

No dia 10 de maio, o Núcleo de Assistentes Sociais (NAS) de Poços de Caldas promoveu o minicurso “A instrumentalidade do Serviço Social" com a professora e doutora Yolanda Guerra. Na ocasião, foram propostas reflexões e provocações sobre a instrumentalidade e a palestrante também alertou sobre a importância de a e o assistente social terem posicionamentos críticos e de buscarem conhecimento teórico-metodológico para subsidiar a dimensão técnico-operativa, principalmente diante da atual conjuntura.

Em Brasília de Minas, as assistentes sociais do NAS Veredas, Ana Paula Dias, Daniella Neri e Vanessa Alves participaram do Programa Sala de Entrevista, na Rádio Clube FM, no dia 14 de maio, e trataram de assuntos referentes à profissão. Ainda em clima de comemoração, o Núcleo promoveu uma palestra com a ex-presidenta do CFESS e CRESS-MG, Lea Braga, hoje analista de políticas públicas da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social (Sedese-MG). Sua fala teve como foco as possibilidades e desafios da Proteção Social Básica do Suas. O evento contou com quase cem participantes de diferentes municípios da região e teve a presença, ainda, do diretor da Seccional Montes Claros, Leonardo Prates, da diretora regional da Sedese em Montes Claros, Maria da Soledad e a secretária municipal de Assistência Social, Amanda Cangussu.

Na Zona da Mata, o NAS Ubá realizou, no dia 17 de maio, uma palestra com a temática: “A dimensão técnico-operativa como forma de resistência”, ministrada pela assistente social, mestre em Política Social pela UFF e doutoranda em Serviço Social na PUC do Rio de Janeiro, Adriana Perez. Cerca de 45 pessoas, entre estudantes e profissionais, participaram da atividade.

O Núcleo de Assistentes Sociais de Diamantina e Região (NAS Diamante do Vale) organizou um debate, no dia 17 de maio, com a presença da conselheira do CRESS-MG, Angelita Rangel. Na ocasião, foi abordado o tema "Assistentes sociais na defesa dos direitos e do trabalho profissional: a questão da ética no exercício profissional".

Em Alfenas, o Núcleo de Assistentes Sociais da região organizou uma palestra com o professor RenatoTadeu Veroneze, em 18 de maio, com o tema “Nossa escolha é a resistência: somos classe trabalhadora”. Na ocasião, palestrante e público debateram sobre o cotidiano profissional das e dos assistentes sociais e seu reconhecimento enquanto classe trabalhadora.

O NAS Patos de Minas e Região promoveu um momento de descontração no dia 15 de maio, e no dia 18, ocorreu um seminário que abordou os “25 anos do Código de Ética” e o “Trabalho da/o assistente social em tempos de precarização e corrosão de direitos” que possibilitaram a reflexão sobre os rumos do Serviço Social.

O Núcleo de Assistentes Sociais de Divinópolis e Região (Nasdiv) promoveu, no dia 21 de maio, uma palestra sobre "A atuação da e do Assistente Social na Rede de Atenção psicossocial", com Andrêza Alves. A palestrante expôs que o exercício profissional em qualquer política pública e, na saúde mental em particular, deve ser comprometida com os preceitos presentes no Projeto Ético-Político do Serviço Social, o que depende de a e o profissional conhecer bem a política pública com a qual está trabalhando, além da necessidade de este profissional ser capaz de fazer uma análise de conjuntura que lhe apresente uma visão crítica do atual contexto sócio-político-econômico.

Em Pedro Leopoldo, o Núcleo da região, Naspel, promoveu seu primeiro seminário, com o tema "Assistente social: profissional generalista e seus múltiplos espaços de atuação!". A atividade teve a participação de assistentes sociais da Assistência Social, Judiciário e Saúde.

Em Pirapora, o NAS Sertão recebeu Léa Braga, no dia 22 de maio, para debater sobre os “Desafios do acompanhamento familiar na atualidade: possíveis intervenções”. A atividade teve significativa participação da categoria.

Fechando o mês, na região de Turmalina, o NAS Jequitiético, promoveu uma oficina, no dia 25 de maio, sobre "Estudo social", com a professora da Unimontes, Noêmia Lopes.

Confira, aqui, fotos das comemorações realizadas em Minas Gerais. Link a ser gerado

Saiba mais sobre o tema escolhido pelo Conjunto CFESS-CRESS para o Dia da e do Assistente Social.

Conheça mais sobre o CRESS-MG

Informações adicionais
Informações adicionais
Informações adicionais

SEDE: (31) 3226-2083 | cress@cress-mg.org.br

Rua Tupis, 485 - sala 502. Centro. Belo Horizonte - MG. CEP 30190-060

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL JUIZ DE FORA: (32) 3217-9186 | seccionaljuizdefora@cress-mg.org.br

Av. Barão do Rio Branco, 2595 - sala 1103/1104. Juiz de Fora - MG. CEP 36010-907

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL MONTES CLAROS: (38) 3221-9358 | seccionalmontesclaros@cress-mg.org.br

Av. Coronel Prates, 376 - sala 301. Centro. Montes Claros - MG. CEP 39400-104

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL UBERLÂNDIA: (34) 3236-3024 | seccionaluberlandia@cress-mg.org.br

Av. Afonso Pena, 547 - sala 101. Uberlândia - MG. CEP 38400-128

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h