Gestão Lutar, Resistir e Sonhar do CRESS-MG promove reunião para planejamento estratégico

Publicado em 26/09/2017

Uma carta-programa que vai de encontro à conjuntura atual e, portanto, tem muitos desafios pela frente foi a avaliação do assistente social e professor da Uerj, Jefferson Lee, sobre o documento elaborado pela gestão do CRESS-MG “Lutar, resistir e sonhar” ainda durante o período eleitoral. Com experiência de 15 anos assessorando a direção do CRESS do Rio (2000-2015), Jefferson foi convidado para abrir e acompanhar a reunião que teve por objetivo dar as diretrizes para o planejamento estratégico da gestão, realizada no último sábado, 23 de setembro, na Sede (BH).

O momento, crucial para estes três anos do mandato, teve a participação de conselheiras e conselheiros da Sede e das Seccionais Juiz de Fora, Montes Claros e Uberlândia, além da presença de todas as assessorias do Conselho, como a Administrativa, Contábil e Jurídica. Em sua análise de conjuntura, Jefferson frisou que o golpe realizado no ano passado pelo Governo Temer não foi um golpe contra um partido político, mas, sim, contra toda a população brasileira. Além disso, ele pontuou que hoje, no Brasil, se vive a versão mais crua do neoliberalismo: “ não é uma conjuntura conservadora, mas reacionária”.

Em um dos momentos mais adversos que o país viveu nos últimos anos, o professor acredita que o Serviço Social está passando por um período desafiador, uma vez que a profissão aponta para um rumo oposto ao que o atual governo tem proposto à sociedade. Para ele, a situação de precarização que já afeta a classe trabalhadora, tem incidido com mais peso na atuação das e dos assistentes sociais, e, somado ao enfraquecimento dos movimentos sindicais, a categoria tende a recorrer mais ao seu conselho profissional.

“É cada vez mais comum que profissionais batam à porta dos CRESS pedindo a resolução de demandas relacionadas às condições de trabalho. Demandas estas que não são possíveis de solucionar por conta do papel que a entidade tem”, comenta.

Com cerca de 80% das matrículas em Serviço Social sendo feitas em unidades de Ensino a Distância (Abepss, 2015), junto ao constante ataque às universidades públicas vão refletir em uma franca modificação da profissão, avalia Jefferson. “Esse quadro tem levado a uma alteração de quem compõe a categoria e também da qualidade da formação profissional, além do mais, altera-se a base de contratação, e, portanto, de exercício profissional concreto que temos em nossa categoria”.

Planejamento

Desde a campanha eleitoral, a atual gestão tem tido como foco se aproximar da categoria por meio da interiorização de suas ações e, durante a reunião, esse foi um ponto reforçado. Além de potencializar o diálogo com os Núcleos de Assistentes Sociais (NAS), presentes em todo o estado e importante ferramenta para interiorizar as ações, foi proposta a realização de eventos em municípios fora da Sede e Seccionais, a fim de contribuir com os debates do Serviço Social em locais diversos e facilitar a participação da categoria nas atividades do CRESS-MG.

A reunião debateu, ainda, ações sobre a fiscalização, gestão administrativo-financeira, formação e direitos humanos. Considerando que a funções precípuas do Conselho é a fiscalização e a orientação, a assistente social e gerente técnica do CRESS-MG, Denise Cunha, pontuou que o cenário de precarização do trabalho exige que a fiscalização paute suas ações com um olhar mais alinhado à realidade. “Não se trata de não cumprir com as normativas, mas é necessário ampliar a visão das condições éticas e de fiscalização do trabalho das e dos profissionais, para não culpabilizar e punir quem está em uma conjuntura trabalhista altamente desfavorável para toda a classe trabalhadora”.

Para se atualizar sobre as ações do CRESS-MG, acompanhe nosso site, página no Facebook!

Para receber conteúdos especiais, acesse a página inicial do nosso site e insira seu e-mail no campo “assine o boletim”, na coluna da direita.  

Conheça mais sobre o CRESS-MG

Informações adicionais
Informações adicionais
Informações adicionais

SEDE: (31) 3226-2083 | cress@cress-mg.org.br

Rua Tupis, 485 - sala 502. Centro. Belo Horizonte - MG. CEP 30190-060

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL JUIZ DE FORA: (32) 3217-9186 | seccionaljuizdefora@cress-mg.org.br

Av. Barão do Rio Branco, 2595 - sala 1103/1104. Juiz de Fora - MG. CEP 36010-907

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL MONTES CLAROS: (38) 3221-9358 | seccionalmontesclaros@cress-mg.org.br

Av. Coronel Prates, 376 - sala 301. Centro. Montes Claros - MG. CEP 39400-104

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL UBERLÂNDIA: (34) 3236-3024 | seccionaluberlandia@cress-mg.org.br

Av. Afonso Pena, 547 - sala 101. Uberlândia - MG. CEP 38400-128

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h