13ª Jornadas Nacionais de História das Mulheres e 8º Congresso Iberoamericano de Estudos de Gênero

Publicado em 01/02/2017

De 24 a 27 de julho, em Buenos Aires, Argentina, acontecem a 13ª Jornadas Nacionais de História das Mulheres e o 8º Congresso Iberoamericano de Estudos de Gênero. Toda revolução é o ponto de partida de várias decisões (históricas, políticas, econômicas, culturais), o rosto em que uma grande quantidade de sujeitos pode se ver refletido, o espaço onde reverberam inquietas as futuras mudanças.

Essas Jornadas se propõem a refletir sobre este e outros horizontes revolucionários que se renovam até a atualidade com formas e estilos diferentes, em contextos variados e com resultados distintos. Tenta, ainda, questionar o significado das mudanças que habilitaram os processos de libertação da vida das sociedades e as culturas, em suas formas de pensamento, na rede de suas imaginações institucionais, grupais e subjetivas.

Contexto

A história das mulheres, os relatos emancipatórios dos grupos de diversidade sexual, as lutas pelo acesso a cidadania por grupos marginalizados, as diversas formas de resistência, têm seus próprios marcos históricos que se foram construindo em tensão com as temporalidades e sucessões mais fixas das histórias principais ou oficiais. Em continuidade com a tradição forjada por anteriores congresso, essas Jornadas se propõem a seguir aportando a formas comprometidas e críticas de construção de conhecimento que interpelem à sociedade atual e sirvam para afinar as quedas dos números mais duros em que a violência, a discriminação, a desigualdade ou a injustiça continuam instaladas.

Construir saberes legítimos e alternativos tem sido um dos objetivos dos estudos das mulheres, da teoria feminista, dos estudos de gênero, e do repertório de conceitos teórico-políticos que acompanharam as lutas dos grupos da dissidência sexual. Nesse sentido, pensamos a ideia de “horizontes revolucionários”, ainda que no tenha um reflexo exato nas sociedades atuais de desigualdade global, deveriam gerar novas articulações entre corpos e saberes, entre história, cultura e sexualidade, a ensaiar novos conceitos que derivem em práticas justas e libertadoras, a imaginar práticas e intervenções estéticas que modifiquem a ordem de nossos desejos e afetos.

Também queremos que os espaços e tempos que abarcam a ideia revolucionários transformem a reflexão sobre os passados que os produzem e antecedem e aos futuros que envolvem e mobilizam no sentido de uma reflexão contemporânea e situada, crítica e complexa. Para isso, desde a associação de três instituições acadêmicas, o evento busca recorrer os problemas atuais das diferentes disciplinas humanas e sociais e delimitar os temas mais urgentes a nível nacional, regional e global da agenda política.  

Clique aqui para mais informação!

Conheça mais sobre o CRESS-MG

Informações adicionais
Informações adicionais
Informações adicionais

SEDE: (31) 3226-2083 | cress@cress-mg.org.br

Rua Tupis, 485 - sala 502. Centro. Belo Horizonte - MG. CEP 30190-060

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL JUIZ DE FORA: (32) 3217-9186 | seccionaljuizdefora@cress-mg.org.br

Av. Barão do Rio Branco, 2595 - sala 1103/1104. Juiz de Fora - MG. CEP 36010-907

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL MONTES CLAROS: (38) 3221-9358 | seccionalmontesclaros@cress-mg.org.br

Av. Coronel Prates, 376 - sala 301. Centro. Montes Claros - MG. CEP 39400-104

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL UBERLÂNDIA: (34) 3236-3024 | seccionaluberlandia@cress-mg.org.br

Av. Afonso Pena, 547 - sala 101. Uberlândia - MG. CEP 38400-128

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h