IV Colóquio Internacional IHU – Políticas Públicas, Financeirização e Crise Sistêmica

Publicado em 21/07/2016

 
As políticas públicas são relevantes à redução das vulnerabilidades, à erradicação da pobreza, à equalização de oportunidades e à desmercantilização do acesso aos direitos fundamentais. Ao mesmo tempo, o conceito de política pública é historicamente inteligível. Deve ser pensado em seu contexto histórico, social, econômico e político. É nesse escopo que se insere o colóquio internacional proposto, que visa analisar transdisciplinarmente a construção e efetivação das políticas públicas no Brasil, tendo como referência a financeirização e a crise sistêmica, problematizando resultados, limites e possibilidades. Financeirização que gerou o capitalismo cognitivo e descobriu a força produtiva das interações da multidão humana. Ela nos coloca em uma transição epocal, com possibilidades que aumentam capacidades da sociedade e, ao mesmo tempo, complexificam vários problemas – crise sistêmica. Faz-se necessário analisar as políticas públicas à luz da financeirização e da crise epocal, de forma a fortalecer (novas) instituições, contrainstituições, movimentos, capazes de dar à financeirização e às políticas públicas um rosto humano, sintonizado com as necessidades do nosso tempo.
 
Objetivos
Geral:
 
Analisar transdisciplinarmente a construção e efetivação das políticas públicas no Brasil, tendo como referência a financeirização e a crise sistêmica, de forma a apontar e problematizar seus principais resultados, limites e possibilidades.
 
Específicos:
 
– Descrever a genealogia e paradigma(s) das políticas públicas adotadas no Brasil, problematizando seus principais limites e possibilidades.
 
– Compreender os conceitos de financeirização e crise sistêmica, analisando seus principais impactos nas lógicas e perspectivas das políticas públicas no Brasil.
 
– Analisar o contexto histórico das políticas públicas no Brasil, identificando os seus principais determinantes.
 
– Identificar possíveis retrocessos, entraves, avanços e alternativas às políticas públicas brasileiras, tendo como pano de fundo a financeirização e a crise sistêmica. 
 
Inscrições
Faça sua inscrição aqui.
 
Realização
Data: de 13 e 14 de setembro de 2016
Carga horária: 21h30min
Local: Sala Ignacio Ellacuría e Companheiros – IHU (Campus São Leopoldo/RS)
 
Apresentação de Trabalhos
Poderão ser apresentados trabalhos científicos. O envio de trabalhos poderá ser feito até o dia 01/08/2016 para o e-mail ihu-trabalhos@unisinos.br.
 
Para outras informações, acesse o site do evento.
 
Fonte: IHU Unisinos

Conheça mais sobre o CRESS-MG

Informações adicionais
Informações adicionais
Informações adicionais

SEDE: (31) 3226-2083 | cress@cress-mg.org.br

Rua Tupis, 485 - sala 502. Centro. Belo Horizonte - MG. CEP 30190-060

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL JUIZ DE FORA: (32) 3217-9186 | seccionaljuizdefora@cress-mg.org.br

Av. Barão do Rio Branco, 2595 - sala 1103/1104. Juiz de Fora - MG. CEP 36010-907

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL MONTES CLAROS: (38) 3221-9358 | seccionalmontesclaros@cress-mg.org.br

Av. Coronel Prates, 376 - sala 301. Centro. Montes Claros - MG. CEP 39400-104

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL UBERLÂNDIA: (34) 3236-3024 | seccionaluberlandia@cress-mg.org.br

Av. Afonso Pena, 547 - sala 101. Uberlândia - MG. CEP 38400-128

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h