Romance homoafetivo e relatório com nome de torturadores da ditadura são destaques do Observatório das Lutas Sociais

Publicado em 10/12/2014

A Comissão da Verdade em Minas Gerais (Covemg) acaba de divulgar relatório preliminar que, entre várias informações sobre a ditadura (1965/1985), traz o nome de vítimas e torturadores da repressão no estado. No documento, cada torturador, além de nomeado, é relacionado diretamente ao crime praticado no período que vai de 1946 a 1988.

A matéria completa você confere no Observatório das Lutas Sociais do CRESS-MG, que traz os destaques das principais bandeiras dos movimentos sociais em Minas Gerais.

O lançamento do romance "A história de Carmen Rodrigues", da escritora mineira Ana Luiza Libânio, é outra atualização do Observatório. A obra oferece ao leitor a possibilidade de reflexão sobre questões afetas à família, à sexualidade, à homoafetividade, à heteronormatividade, à violência doméstica, ao preconceito de gênero e racial, dentre outras historicamente presentes nas relações sociais fundadas nas desigualdades.

Acesse o Observatório das Lutas Sociais do CRESS-MG!

Conheça mais sobre o CRESS-MG

Informações adicionais
Informações adicionais
Informações adicionais

SEDE: (31) 3226-2083 | cress@cress-mg.org.br

Rua Guajajaras, 410 - 11º andar. Centro. Belo Horizonte - MG. CEP 30180-912

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL JUIZ DE FORA: (32) 3217-9186 | seccionaljuizdefora@cress-mg.org.br

Av. Barão do Rio Branco, 2595 - sala 1103/1104. Juiz de Fora - MG. CEP 36010-907

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL MONTES CLAROS: (38) 3221-9358 | seccionalmontesclaros@cress-mg.org.br

Av. Coronel Prates, 376 - sala 301. Centro. Montes Claros - MG. CEP 39400-104

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL UBERLÂNDIA: (34) 3236-3024 | seccionaluberlandia@cress-mg.org.br

Av. Afonso Pena, 547 - sala 101. Uberlândia - MG. CEP 38400-128

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h