A luta por um Serviço Social forte também depende de você

Publicado em 15/07/2013

Desde abril de 2013, o CFESS e os CRESS deram início à "Campanha Nacional de Fortalecimento do Conjunto CFESS-CRESS – A luta por um Serviço Social forte também depende de você: regularize seus débitos junto ao CRESS". Até 30 de setembro, os/as assistentes sociais que quiserem negociar seus débitos podem se dirigir aos CRESS/Seccionais de todo o Brasil para conhecer mais sobre as vantagens que a campanha oferece.

O objetivo da ação é fortalecer o Conselho profissional e a defesa da profissão e da sociedade, o que somente é possível com uma estrutura administrativo-financeira equilibrada, que dê suporte às suas ações legais e políticas nas distintas esferas de atuação.

Juntamente com a campanha, regulamentada pela Resolução CFESS nº 643/2013, está sendo realizada também a pesquisa "Perfil dos/as Assistentes Sociais em situação de Inadimplência", para os/as profissionais que aderirem em seus estados. A participação da categoria nessa pesquisa é fundamental, já que a mesma constitui um mecanismo que agregará contribuições imprescindíveis para estruturar a política nacional de combate à inadimplência, a partir dos dados coletados, na perspectiva de assegurar as atividades precípuas do Conjunto CFESS-CRESS.

Por isso, o CFESS entrevistou a assistente social e professora Ivanete Boschetti, que é assessora do Grupo de Trabalho (GT) Inadimplência, instituído para a discussão do tema no Conjunto CFESS-CRESS. Abaixo, ela esclarece as dúvidas da categoria em relação à campanha e à pesquisa. Confira!

CFESS – Qual o objetivo se tem com os dados coletados pela pesquisa?

Ivanete Boschetti – A pesquisa responde a uma demanda dos CRESS e do CFESS para conhecer mais em profundidade o perfil dos/as assistentes sociais em situação de inadimplência, ou seja, que por algum motivo não vêm conseguindo pagar sua anuidade ao CRESS. O Encontro Nacional vem debatendo com preocupação o aumento da inadimplência em todo o Brasil há alguns anos. Claro que o Conjunto CFESS-CRESS possui hipóteses sobre as causas da inadimplência, como a agudização da crise, o rebaixamento dos salários, a precarização das relações e condições de trabalho. Mas estas são respostas genéricas, que não mostram de modo mais específico quem são estes/as assistentes sociais, onde trabalham, quanto recebem, por exemplo. O objetivo da pesquisa, portanto, é duplo: conhecer melhor quem são os/as assistentes sociais que não conseguem pagar as anuidades e compreender quais são as principais causas da inadimplência.   

CFESS – Em que se baseiam as perguntas listadas no questionário da pesquisa?

Ivanete Boschetti – Com base nestes objetivos, formulamos um questionário com questões que permitirão ao Conjunto CFESS-CRESS ter informações sobre uma variedade diversificada de dados fundamentais para conhecer melhor os/as profissionais: 1)o espaço geográfico em que vivem; 2)identificação pessoal como sexo, religião e outros; 3)composição familiar; 4)formação profissional; 5)relações de trabalho; 6)atuação profissional; 7)relação com o Conjunto e 8)participação em movimentos sociais. Embora o questionário pareça longo e envolva muitas questões, ele é super objetivo e rápido de responder. É possível responder em 8 a 10 minutos. São questões que se baseiam na preocupação do Conjunto CFESS-CRESS em conhecer melhor essa parcela da categoria que está inserida no mercado de trabalho, mas não consegue assegurar o dever de contribuir com a anuidade, que se constitui no principal mecanismo para fortalecer coletivamente a profissão.

CFESS – O que será feito com as informações dos/as assistentes sociais que responderem ao questionário?

Ivanete Boschetti – As informações serão utilizadas exclusivamente pelos CRESS e pelo CFESS para orientar a elaboração de políticas e diretrizes de fortalecimento da Política Nacional de Fiscalização (PNF). A PNF possui uma importante dimensão político-pedagógica de orientação aos/às profissionais sobre seus direitos, deveres, competências e atribuições, além da dimensão de fiscalização dos espaços profissionais para assegurar as condições éticas e técnicas necessárias ao exercício profissional e à prestação de serviços com qualidade aos/às usuários/as, conforme estabelece nosso Código de Ética Profissional. Portanto, conhecer os/as profissionais e identificar suas dificuldades no exercício da profissão é imprescindível para formular políticas e ações voltadas para o fortalecimento do Serviço Social.          

CFESS – Por que é importante que o/a assistente social participante da Campanha também responda ao questionário?

Ivanete Boschetti – Porque, ao participar da pesquisa, o/a profissional contribuirá para fortalecer a profissão que escolheu, para valorizar o Serviço Social brasileiro e para consolidar as entidades que lutam cotidianamente para defender os direitos da profissão e da classe trabalhadora.    

Clique e veja o cartaz elaborado para a Campanha

Acesse o folder informativo e confira os benefícios para o/a assistente social

Fonte: CFESS

Conheça mais sobre o CRESS-MG

Informações adicionais
Informações adicionais
Informações adicionais

SEDE: (31) 3226-2083 | cress@cress-mg.org.br

Rua Tupis, 485 - sala 502. Centro. Belo Horizonte - MG. CEP 30190-060

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL JUIZ DE FORA: (32) 3217-9186 | seccionaljuizdefora@cress-mg.org.br

Av. Barão do Rio Branco, 2595 - sala 1103/1104. Juiz de Fora - MG. CEP 36010-907

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL MONTES CLAROS: (38) 3221-9358 | seccionalmontesclaros@cress-mg.org.br

Av. Coronel Prates, 376 - sala 301. Centro. Montes Claros - MG. CEP 39400-104

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL UBERLÂNDIA: (34) 3236-3024 | seccionaluberlandia@cress-mg.org.br

Av. Afonso Pena, 547 - sala 101. Uberlândia - MG. CEP 38400-128

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h