Estudo traz dados sobre atuação da categoria na política de Assistência Social em MG

Publicado em 13/06/2013

No mês de maio de 2012, o Conselho Regional de Serviço Social de Minas Gerais (CRESS-MG) fez um chamado amplo aos assistentes sociais para que colaborassem com a pesquisa “O social como campo de trabalho: os atores da implementação e da gestão de políticas sociais nos governos municipais”, desenvolvida por Cristina Filgueiras, professora da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas).

A pesquisa partiu da constatação de que durante as duas últimas décadas, ocorreu no Brasil, a ampliação da atuação dos governos municipais na política social, tendo como um dos efeitos a significativa expansão do mercado de trabalho nesta área. Na Política de Assistência Social isto ocorreu após a criação do Sistema Único de Assistência Social (Suas) e tornou-se mais evidente com o aumento de postos de trabalho, a diversificação dos tipos de profissionais atuantes na política e a maior exigência de capacitação tanto para a atuação técnica com os beneficiários quanto para a gestão.

A pesquisa buscou conhecer as características deste campo de trabalho nos governos municipais. De modo especifico, ela teve por propósitos identificar o perfil dos profissionais quanto a sexo, idade, escolaridade e tempo de atuação, além de reunir elementos sobre a trajetória dos técnicos e as condições de sua inserção no trabalho.

Os dados obtidos no levantamento mostram uma importante transformação nesse campo, além da existência de um grande movimento de técnicos nas prefeituras. Ocorre circulação de profissionais entre organizações não-governamentais e órgãos públicos. Apesar dos muitos avanços ocorridos no país quanto à institucionalização da Assistência Social como política pública, persiste em governos municipais a prática de contratação terceirizada. Por outro lado, a estruturação desta política, ocorrida de modo rápido na última década, tem significado a abertura de muitas oportunidades profissionais para os assistentes sociais.

Veja o resultado do levantamento.

Conheça mais sobre o CRESS-MG

Informações adicionais
Informações adicionais
Informações adicionais

SEDE: (31) 3226-2083 | cress@cress-mg.org.br

Rua Guajajaras, 410 - 11º andar. Centro. Belo Horizonte - MG. CEP 30180-912

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL JUIZ DE FORA: (32) 3217-9186 | seccionaljuizdefora@cress-mg.org.br

Av. Barão do Rio Branco, 2595 - sala 1103/1104. Juiz de Fora - MG. CEP 36010-907

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL MONTES CLAROS: (38) 3221-9358 | seccionalmontesclaros@cress-mg.org.br

Av. Coronel Prates, 376 - sala 301. Centro. Montes Claros - MG. CEP 39400-104

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL UBERLÂNDIA: (34) 3236-3024 | seccionaluberlandia@cress-mg.org.br

Av. Afonso Pena, 547 - sala 101. Uberlândia - MG. CEP 38400-128

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h