Conjunto CFESS-CRESS debate novas estratégias na luta pela formação com qualidade

Publicado em 12/06/2013

O último sábado (8) foi de intensos debates para o Conjunto CFESS-CRESS. Juntamente com a representante da Abepss, Morena Marques, com o representante da Enesso, Jodeylson Islony, além de conselheiros/as de 19 CRESS/Seccionais, o CFESS coordenou a reunião ampliada do GT Trabalho e Formação. O Conselho Federal foi representado pelas/os conselheiras/as Juliana Melim, Sâmya Ramos, Marcelo Sitcovsky e Rosa Prédes.

A primeira fala foi da presidente do CFESS, Sâmya Ramos. Ela fez um breve resgate histórico da construção do GT Trabalho e Formação (oriundo de uma proposta do Encontro Nacional CFESS-CRESS de 2007, em Natal/RN) e citou uma séria de ações já efetivadas pelas gestões do CFESS desde então na luta pela garantia da qualidade na formação profissional. “Reafirmamos que a graduação em Serviço Social é incompatível com o ensino à distância, já que não oferece uma formação de qualidade. Não vamos desistir dessa luta, por nenhum tipo de censura que nos seja imposta. Continuaremos firmes contra a lógica da política educacional que trata a educação como mercadoria e na defesa de uma formação e de um trabalho com qualidade”, destacou.

Em seguida, a coordenadora da Comissão de Orientação e Fiscalização Profissional do CFESS, Rosa Prédes, afirmou o quanto a fiscalização é uma atividade que age como porta-voz dos valores ético-políticos do Serviço Social. “Isso mostra como o agente fiscal tem um papel fundamental e estratégico em tornar públicos, no trabalho com outros/as profissionais, a defesa de uma formação presencial, gratuita, de qualidade, universal. Nosso papel não é o de qualificar o ensino à distância”, enfatizou a conselheira.

Já a representante da Abepss, Morena Marques, ressaltou duas estratégias que norteiam as ações da associação: o aprofundamento e enraizamento das lutas sociais, aliando-se aos movimentos sociais que lutam contra o processo amplo de barbarização da vida; e o debate sobre as particularidades da formação e do exercício profissional no combate à precarização das condições de ensino e de trabalho de docentes, bem como o fortalecimento da Política Nacional de Estágio da Abepss.  

Para o coordenador da Enesso, Jodeylson Islony, a meta central da executiva hoje é chegar aos centros acadêmicos das instituições de ensino superior para realizar um chamamento ao debate político em todo o Brasil. Segundo Jodeylson, com o direcionamento político construído em articulação com o CFESS e a Abepss, a ideia é promover o fortalecimento dos valores do projeto ético-politico do Serviço Social com o maior número possível de estudantes.

O Plano de Lutas 

O segundo momento foi da reunião foi para debater a implementação do Plano de Lutas em Defesa do Trabalho e da Formação e Contra a Precarização do Ensino Superior nos CRESS de todos os estados. Para isso, a coordenadora da Comissão de Formação do CFESS, Juliana Melim, relembrou os sete eixos em que se organiza o Plano, adiantando que, com a contratação da assessoria da professora Larissa Dahmer para o GT, o documento “Sobre a Incompatibilidade entre Graduação à Distância e Serviço Social” será atualizado, com novos dados, a meta é realizar uma nova audiência pública no Congresso Nacional, que possa levar, além do CFESS, da Abepss e da Enesso, também o Andes-SN, o MEC, o Conselho Nacional de Educação, para um debate amplo e democrático. “Também entregaremos o documento ao MEC e ao Ministério Público, como forma de denúncia das graves violações detectadas pelos CRESS”, informou a conselheira.  

Ao final da reunião, os encaminhamentos aprovados foram no sentido de fortalecer as ações já previstas no Plano de Lutas, além de promover a articulação do Plano com a Política Nacional de Comunicação do Conjunto CFESS-CRESS e da Comissão de Formação Profissional com as demais comissões existentes nos CRESS.

Grupos de Trabalho

Ainda na semana passada, mais dois GTs se reuniram na sede do CFESS: o Gestão do Trabalho no Conjunto CFESS-CRESS, que se encerrou com a conclusão do documento Diretrizes para a Gestão do Trabalho do Conjunto CFESS-CRESS; e o GT Inadimplência, que fez as primeiras avalições sobre a Campanha Nacional de Fortalecimento do Conjunto CFESS-CRESS (clique para saber mais).

Fonte: CFESS

Conheça mais sobre o CRESS-MG

Informações adicionais
Informações adicionais
Informações adicionais

SEDE: (31) 3226-2083 | cress@cress-mg.org.br

Rua Tupis, 485 - sala 502. Centro. Belo Horizonte - MG. CEP 30190-060

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL JUIZ DE FORA: (32) 3217-9186 | seccionaljuizdefora@cress-mg.org.br

Av. Barão do Rio Branco, 2595 - sala 1103/1104. Juiz de Fora - MG. CEP 36010-907

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL MONTES CLAROS: (38) 3221-9358 | seccionalmontesclaros@cress-mg.org.br

Av. Coronel Prates, 376 - sala 301. Centro. Montes Claros - MG. CEP 39400-104

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL UBERLÂNDIA: (34) 3236-3024 | seccionaluberlandia@cress-mg.org.br

Av. Afonso Pena, 547 - sala 101. Uberlândia - MG. CEP 38400-128

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h