Vem aí 2º Seminário do Comitê Popular dos Atingidos pela Copa BH

Publicado em 05/06/2013

Acontece de 13 a 15 de junho, em BH, o 2º Seminário do Comitê Popular dos Atingidos pela Copa BH. O objetivo é debater a série de violações de direitos cometidas para a realização da Copa das Confederações e da Copa do Mundo 2014, como:

  • Remoções forçadas de famílias sem ofertar soluções dignas;
  • Perseguição a população de rua e artesãos nômades;
  • Suspensão das Feiras do Entorno Mineirão – desde 2011 – e Feira do Mineirinho, este ano;
  • Obras viárias sem planejamento, demoradas e que não resolvem os problemas da cidade;
  • Licitações fraudulentas:
  • Duplicação da Pedro I pela Delta, investigada na CPI do Cachoeira:
  • Contrato com a Minas Arena privatizando um espaço público:
  • Projetos de lei incentivando a especulação imobiliária e verticalização da cidade.

Percebe-se ainda um aumento gradativo de tráfico de mulheres às vésperas dos Megaeventos em todo o mundo, e no Brasil não é diferente. Denunciamos também a violação de premissas básicas de nosso estado de direito, como a obstenção do Direito à Manifestação Pública, Direito à Greve e o Ir e vir, suprimidos pela Lei Geral da Copa e o PL 728 em tramitação no Senado, criando um verdadeiro Estado de exceção. 

Para completar, vislumbrando um quadro há muito tempo alertado por diversos estudiosos dos grandes eventos: uma grande dívida pública a ser paga nos próximos anos! Apenas o Governo Federal já investiu mais de 70 bilhões de reais nas obras para a Copa – PAC2. Estádios, avenidas, aeroportos, sistemas de transporte e comunicação montados para atender aos eventos da FIFA, pagos com o dinheiro dos Brasileiros. 

De acordo com a organização do Seminário, um evento como a Copa do Mundo, essas proporções, um dos maiores do mundo em movimentação de dinheiro e púlico, ainda rende mais. Empresários de todo mundo abrem seus olhos para o Brasil, especialmente com a galopante crise Européia, já vemos empresários Europeus de olho nas vultuosas divisas liberadas pelo Governo. Na Região Metropolitana de BH, nos arredores de Confins, por exemplo, são anunciados condomínios e um complexo cultural a serem construídos por empresários Portugueses. 

Contaminados pelas insistentes propagandas e tomados pela paixão ao futebol, a maioria da população ainda não percebeu o gigantesco impacto negativo que a Copa nos deixará: uma dívida a ser paga nos próximos 20 anos. Estes dados, inclusive o tempo de pagamento da dívida é baseado na experiência de outros países que sediaram eventos semelhantes. 

O Comitê Popular dos Atingidos Pela Copa 2014 – BH, vem acompanhando estas e outras ações para a realização dos jogos e quer dividir com a população estes entendimentos. É hora de apoderarmos da nossa cidade! Convidamos você a vir debater sobre estes legados negativos que teremos pela frente. Como podemos minimiza-los? Como enfrentar a sanha do capital especulativo internacional? Como reverter contratos públicos e violações? Como fazer desta Copa um momento de união e cidadania? 

Programação

Quinta-feira, dia 13

:: Mesa de abertura: Comitês Populares dos Atingidos pela Copa (ANCOP):: 19:00 às 21:00

Sexta-feira, dia 14

:: É proibido morar: Obras públicas, intervenções urbanas e violações do direito à cidade | 10:00 às 12:00.|

::É proibido trabalhar: Trabalho informal e a Copa do Mundo 😐 14:00 às 16:00|

:: É proibido Manifestar: Copa do Mundo e cidade de exceção | 16:30 às 18:30|

:: É proibido jogar: Relações internacionais, Fifa, CBF e Governo Federal | 19:00 às 
21:00|

Sábado, dia 15

:: Copelada na Savassi: monte seu time e participe do futebol lúdico, popular e de rua! |Horário e local a confirmar|

Local do Seminário

Auditório da Escola de Arquitetura da UFMG, na R. Paraíba, 697 – Savassi

Inscrições

Para obter certificado de participação mande um e-mail para atingidoscopa2014@gmail.com com seu nome completo e o segmento social que faz parte, estudante, ativistas, acadêmicos ou setores sociais atingidos pela Copa.

Conheça mais sobre o CRESS-MG

Informações adicionais
Informações adicionais
Informações adicionais

SEDE: (31) 3226-2083 | cress@cress-mg.org.br

Rua Tupis, 485 - sala 502. Centro. Belo Horizonte - MG. CEP 30190-060

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL JUIZ DE FORA: (32) 3217-9186 | seccionaljuizdefora@cress-mg.org.br

Av. Barão do Rio Branco, 2595 - sala 1103/1104. Juiz de Fora - MG. CEP 36010-907

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL MONTES CLAROS: (38) 3221-9358 | seccionalmontesclaros@cress-mg.org.br

Av. Coronel Prates, 376 - sala 301. Centro. Montes Claros - MG. CEP 39400-104

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL UBERLÂNDIA: (34) 3236-3024 | seccionaluberlandia@cress-mg.org.br

Av. Afonso Pena, 547 - sala 101. Uberlândia - MG. CEP 38400-128

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h