“Me ver pobre, preso ou morto já é cultural”: racismo estrutural e o trabalho de assistentes sociais no contexto da pandemia da Covid-19

Publicado em 20/11/2021

“Frases como ‘todos somos iguais perante a lei’, ‘somos todos uma raça só: a humana’ ou ‘todo mundo tem oportunidade, basta se esforçar’, não são alheias ao nosso cotidiano. Superar o falacioso mito da democracia racial é um dos principais desafios para reconhecer a existência do racismo e construir estratégias coletivas para enfrentá-lo. Como nos alertou Lélia Gonzalez, ‘como todo mito, o da democracia racial oculta algo para além daquilo que mostra.”

Trecho do artigo produzido pelo assistente social e professor, Tales Fornazier, especialmente para o CRESS-MG, a fim de marcar o Dia da Consciência Negra, 20 de novembro, e contribuir para as reflexões que este tema tem com a categoria de assistentes sociais.

Leia o conteúdo completo, com as notas de rodapé, clicando aqui, e compartilhe com as e os colegas de profissão.

Conheça mais sobre o CRESS-MG

Informações adicionais
Informações adicionais
Informações adicionais

SEDE: (31) 3226-2083 | cress@cress-mg.org.br

Rua Guajajaras, 410 - 11º andar. Centro. Belo Horizonte - MG. CEP 30180-912

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL JUIZ DE FORA: (32) 3217-9186 | seccionaljuizdefora@cress-mg.org.br

Av. Barão do Rio Branco, 2595 - sala 1103/1104. Juiz de Fora - MG. CEP 36010-907

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL MONTES CLAROS: (38) 3221-9358 | seccionalmontesclaros@cress-mg.org.br

Av. Coronel Prates, 376 - sala 301. Centro. Montes Claros - MG. CEP 39400-104

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL UBERLÂNDIA: (34) 3236-3024 | seccionaluberlandia@cress-mg.org.br

Av. Afonso Pena, 547 - sala 101. Uberlândia - MG. CEP 38400-128

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h