Pelo fim do genocídio da juventude negra! Josué Nogueira presente!

Publicado em 07/08/2020

NOTA PÚBLICA | JUSTIÇA POR JOSUÉ! 

Diante de um cenário nacional, onde o contexto político tem propiciado o armamento da população, assistimos a intensificação da violência urbana sobre uma parcela da população: a parcela que mora na periferia, que é negra e da classe de trabalhadoras e trabalhadores. 

Montes Claros vivenciou mais um destes casos ocorridos no Brasil, como foi o do menino Miguel, do Guilherme Silva, do João Pedro, da Ágatha e tantos outros jovens negros. No último domingo, 19 de julho de 2020, um jovem garoto de dezesseis anos foi assassinado no bairro em que morava, na Vila Anália, enquanto brincava com amigos na rua.

Josué Nogueira, estudante, teve a vida brutalmente retirada por um policial penal, Valmir Alves Teixeira, mais conhecido como “Goda”. Este policial foi solto antes mesmo da família poder sepultar Josué, e alega ter agido por legítima defesa. Se estes jovens fossem brancos, seriam ameaçados por este policial? Se Josué fosse branco e não fosse morador da periferia, ele teria morrido com um tiro na nuca? 

A polícia brasileira é uma das mais violentas do mundo, responsável por colocar em prática uma política racista e elitista de eliminação e exclusão da juventude negra, pobre e periférica. O crime cometido não se justifica, não foi resistência, não foi acidente e tampouco legítima defesa, foi resultado da violência sistemática do Estado que cresce em tempos de pandemia e desgoverno no Brasil.

Os índices de assassinato estigmatizam a juventude negra e destróem futuros. Os dados mostram que 92% das mortes por abordagem policial no Brasil são de jovens na faixa etária de 15 a 29 anos: destes, 71% são negros. Queremos nossa juventude negra e das periferias viva!

Justiça para Josué! Vidas Negras Importam! Tiro na nuca não é legítima defesa! 

Pelo fim do racismo, pelo fim da violência policial, pelo fim dos autos de resistência, pelo fim do genocídio negro, pelo direito à vida!

Junte-se a nós nessa Campanha para manter nossa Periferia Viva, e contribuir para pressionar a justiça em busca dos direitos da família de Josué! 

Periferia Viva

Periferia Viva | Colunistas A Campanha Periferia Viva é uma ação Nacional de solidariedade permanente que envolve vários movimentos sociais e organizações que se uniram em torno da solidariedade, para promover debates e levar informações de qualidade para as vítimas da Covid-19 no Brasil.

Em Montes Claros, a Campanha Periferia Viva já arrecadou e entregou para famílias vulneráveis com dificuldades de enfrentar as consequências da pandemia, cerca de 300 cestas básicas, além da contribuição na informação dos direitos da população. 

Assinam essa nota

Frente Brasil Popular

Movimento de Trabalhadores rurais Sem Terra (MST)

Movimento de Trabalhadoras e Trabalhadores por Direitos (MTD)

Levante Popular da Juventude

Comissão Pastoral de Pescadores (CPP)

Comissão Pastoral da Terra (CPT)

Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Montes Claros (Sindmetalmog)

Yorubloco

Conselho Regional de Serviço Social de Minas Gerais (CRESS-MG)/Seccional Montes Claros

Conheça mais sobre o CRESS-MG

Informações adicionais
Informações adicionais
Informações adicionais

SEDE: (31) 3226-2083 | cress@cress-mg.org.br

Rua Guajajaras, 410 - 11º andar. Centro. Belo Horizonte - MG. CEP 30180-912

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL JUIZ DE FORA: (32) 3217-9186 | seccionaljuizdefora@cress-mg.org.br

Av. Barão do Rio Branco, 2595 - sala 1103/1104. Juiz de Fora - MG. CEP 36010-907

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL MONTES CLAROS: (38) 3221-9358 | seccionalmontesclaros@cress-mg.org.br

Av. Coronel Prates, 376 - sala 301. Centro. Montes Claros - MG. CEP 39400-104

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL UBERLÂNDIA: (34) 3236-3024 | seccionaluberlandia@cress-mg.org.br

Av. Afonso Pena, 547 - sala 101. Uberlândia - MG. CEP 38400-128

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h