Trabalhamos em vários espaços, sempre com a população!

Publicado em 14/04/2020

 

A peça traz o texto 15 de maio, dia do/a assistente social. a ilustração mostra pessoas em sua diversidade (negras, brancas, cadeirantes) segurando cartazes com o slogan de valorização da categoria e da profissão

(arte: Rafael Werkema/CFESS)

 

Já está disponível para download e divulgação a arte das comemorações do Dia do/a Assistente Social 2020, que traz o mote "Trabalhamos em vários espaços, sempre com a população. Serviço Social: conheça e valorize essa profissão".

 

O material dá destaque ao trabalho do/a assistente social com a população usuária do Serviço Social, além de provocar a sociedade a conhecer e valorizar a profissão.

 

Quando o Conjunto CFESS-CRESS debateu, ainda em 2019, no 48º Encontro Nacional CFESS-CRESS (Belém/PA), qual seria a temática do Dia do/a Assistente Social de 2020, ninguém imaginava que o mundo viveria uma pandemia da Covid-19.

 

Mas o debate já apontava, naquele momento, para uma agudização das desigualdades sociais, dos ataques aos direitos sociais e dos desmontes das políticas socias, que atingiriam em cheio a classe trabalhadora.

 

Não à toa, o eixo aprovado que pautou a criação do material para este ano foi a “valorização do Serviço Social no contexto de ataque às liberdades democráticas e aos direitos, com ênfase na dimensão pedagógica do trabalho profissional na organização popular e na luta antirracista”.

 

Faltando pouco mais de um mês para comemorar o Dia do/a Assistente Social (15 de maio), a temática debatida, ainda em 2019, mostra que está totalmente conectada com atualidade, afinal, assistentes sociais trabalham em vários espaços, em situações variadas, mas sempre com foco na população.

 

“No contexto da pandemia da Covid-19, a categoria está sendo chamada (e até convocada) para prestar socorro à população. O serviço social é uma profissão regulamentada e em seu cotidiano de trabalho, assistentes sociais conhecem de perto as necessidades da população e o território em que essas pessoas vivem”, argumenta a presidente do CFESS, Josiane Soares.

 

Está inclusive no Código de Ética, artigo 3°, que afirma que é dever do/a assistente social, na relação com a população usuária, “participar de programas de socorro à população em situação de calamidade pública, no atendimento e defesa de seus interesses e necessidade”.

 

“A peça gráfica evidencia de que lado a categoria de assistentes sociais sempre esteve: o da classe trabalhadora. Ao mesmo tempo, é fundamental conhecer e, principalmente, valorizar o trabalho que assistentes sociais realizam no seu cotidiano”, completa Josiane.

 

Na ilustração, é possível ver que a categoria está nos morros, favelas, nos campos, sempre junto com a população, em defesa dos direitos sociais.

 

No CFESS Manifesta divulgado em 23 de março, o texto produzido pela Comissão de Orientação e Fiscalização afirma: “Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) e da Organização das Nações Unidas (ONU) indicam que as populações mais pobres serão as mais atingidas pelo novo Coronavirus/Covid-19.

 

No Brasil, a maioria da população não tem acesso a políticas sociais de qualidade. Apesar de o sistema de saúde ser público, há desigualdade no acesso. A maioria da população brasileira não possui acesso a condições para o confinamento e higiene adequada, estando, assim, mais exposta à proliferação e contaminação”.

 

A publicação ainda aponta que assistentes sociais precisam cobrar das autoridades que assegurem o “direito igualitário à população que é desprovida de condições dignas de vida, bem como na defesa das condições dignas de trabalho”.

 

“Isso reforça a importância do trabalho de assistentes sociais para que a população tenha acesso aos serviços de saúde, assistência e previdência social, além de benefícios eventuais que serão essenciais para a manutenção da vida da população mais empobrecida”, conclui a presidente do CFESS.

 

Como ter acesso ao material

O material foi impresso e está sendo encaminhado aos Regionais, para que façam a distribuição em suas sedes assim que a situação em cada estado for normalizada.

 

Foram produzidos cartazes, marcadores e adesivos.

 

A versão digital de cada um deles pode ser baixada aqui.

 

Fonte: CFESS

Conheça mais sobre o CRESS-MG

Informações adicionais
Informações adicionais
Informações adicionais

SEDE: (31) 3226-2083 | cress@cress-mg.org.br

Rua Guajajaras, 410 - 11º andar. Centro. Belo Horizonte - MG. CEP 30180-912

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL JUIZ DE FORA: (32) 3217-9186 | seccionaljuizdefora@cress-mg.org.br

Av. Barão do Rio Branco, 2595 - sala 1103/1104. Juiz de Fora - MG. CEP 36010-907

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL MONTES CLAROS: (38) 3221-9358 | seccionalmontesclaros@cress-mg.org.br

Av. Coronel Prates, 376 - sala 301. Centro. Montes Claros - MG. CEP 39400-104

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL UBERLÂNDIA: (34) 3236-3024 | seccionaluberlandia@cress-mg.org.br

Av. Afonso Pena, 547 - sala 101. Uberlândia - MG. CEP 38400-128

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h