Ato pelas 30h alcança milhares de pessoas na Cidade Administrativa

Publicado em 28/11/2016

Cerca de 20 mil pessoas passam diariamente na Cidade Administrativa, próximo a Belo Horizonte, local que abriga quase 60 órgãos e entidades do governo estadual. Com o objetivo de informar essas e esses trabalhadores sobre a luta das e dos assistentes sociais pela implementação da Lei das 30 horas, o CRESS-MG promoveu, no dia 23 de novembro, uma panfletagem no complexo. 

Por pouco mais de uma hora, sob o céu chuvoso, foram entregues às pessoas que iniciavam seu expediente, a carta que o Conselho enviou ao governador Pimentel logo que ele foi eleito e um panfleto educativo, explicando brevemente a luta pela aprovação da Lei 12.317/10 que garante a jornada de 30 horas semanais para assistentes sociais sem a redução salarial e a importância dessa conquista não só para a categoria, como para toda a classe trabalhadora. 

Participação

Assistentes sociais do Centro de Remanejamento Prisional da Gameleira, em Belo Horizonte, compareceram ao ato por entenderem que só com organização e a participação da categoria é que os direitos serão conquistados. 

“Nossa profissão é muito desgastante, lidar sempre com pessoas privadas de Direitos e sofrendo violações contínuas nos provoca problemas de saúde também. Nossa luta é legítima e garantida pela legislação!”, exalta Maria Angélica Torres.

“Participei do ato por me sentir responsável, na condição de profissional de Serviço Social, pela ampliação dos direitos sociais da nossa categoria. Pessoalmente já impetrei duas ações judiciais contra o Estado de Minas Gerais, uma em 2010 (Mandado de Segurança) e outra em 2016 (Processo Ordinário), este último em andamento. Atuamos diretamente auxiliando as pessoas no alcance de sua cidadania na área de educação, saúde, segurança pública, entre tantos outros setores da nossa sociedade e isso tem um custo para a saúde física e mental do profissional que deve ser preservada com a implantação da redução da jornada de trabalho”, afirma Cláudio Vivas.

“Faz-se importante o posicionamento da/o profissional frente à negativa do governo em viabilizar as 30 horas da/o assistente social. Quem quer, faz acontecer. Devemos lutar pela resolução de nossas demandas. Acompanho a luta pelas 30h e continuarei manifestando até alcançar sucesso junto ao governo. Trabalhamos na solução de problemas da população atendida. O desgaste emocional e físico impossibilita o desenvolvimento de ações eficazes em sua totalidade. Quando se trabalha com ser humano, a força interior necessita ser renovada. E, para isso, o tempo é primordial. A nossa atual carga horária impossibilita a renovação”, destaca Giselle Barral.

Veja mais fotos do ato no Facebook do CRESS-MG!

 

Conheça mais sobre o CRESS-MG

Informações adicionais
Informações adicionais
Informações adicionais

SEDE: (31) 3226-2083 | cress@cress-mg.org.br

Rua Guajajaras, 410 - 11º andar. Centro. Belo Horizonte - MG. CEP 30180-912

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL JUIZ DE FORA: (32) 3217-9186 | seccionaljuizdefora@cress-mg.org.br

Av. Barão do Rio Branco, 2595 - sala 1103/1104. Juiz de Fora - MG. CEP 36010-907

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL MONTES CLAROS: (38) 3221-9358 | seccionalmontesclaros@cress-mg.org.br

Av. Coronel Prates, 376 - sala 301. Centro. Montes Claros - MG. CEP 39400-104

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL UBERLÂNDIA: (34) 3236-3024 | seccionaluberlandia@cress-mg.org.br

Av. Afonso Pena, 547 - sala 101. Uberlândia - MG. CEP 38400-128

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h