Encontro Nacional de Educação reuniu cerca de 2.000 participantes em Brasília

Publicado em 22/06/2016

Foto: divulgação/ENE
 
Entre os dias 16 e 18 de junho, quase duas mil pessoas estiveram reunidas em Brasília durante o II Encontro Nacional de Educação (ENE). A partir do mote “Por um projeto classista e democrático de educação”, as atividades realizadas foram direcionadas para os seis eixos norteadores do encontro: Avaliação; Trabalho e Formação dos Trabalhadores de Educação; Acesso e Permanência; Gestão; Gênero, Sexualidade, Orientação Sexual e Questões Étnico-raciais; e Financiamento. A iniciativa foi organizada por entidades como o CFESS e o Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes-SN). Na ocasião, o CRESS-MG foi representado pela conselheira Débora Calais.
 
A conselheira destaca que um dos temas de relevância nas discussões foi a questão de alunos e professores se unirem em uma luta única por uma educação de qualidade no Brasil. “O debate por uma luta coletiva foi amplo, trazendo a questão de que os diversos segmentos envolvidos se consolidem em prol de um objetivo comum a todos, que é a qualidade da educação”, explica Débora Calais.
No último dia do ENE, os participantes se reuniram em uma plenária em que foi apresentada a Declaração Política do evento, documento que sistematiza as propostas e bandeiras discutidas. Cada um dos seis eixos foi contemplado e a proposta será compartilhada e publicizada em breve. “O evento foi produtivo no sentido de trazer atualização sobre os temas que estão sendo discutidos atualmente no campo da educação. E justamente por se tratar de uma área tão ampla, vejo que ainda é preciso avançar em alguns debates, além de seguir com as mobilizações em todo o país”, afirma Débora Calais.
 
Escola sem partido
Outra temática que teve bastante destaque durante o II ENE foi a discussão sobre a proposta da “escola sem partido”, que se contrapõe completamente à concepção de educação livre, plural e que permite o exercício da reflexão crítica da vida social. Trata-se de um Projeto de Lei que tramita na Câmara dos Deputados que prega a “educação sem doutrinação” e prevê que os professores sejam impedidos de falar sobre temas como política, questões gênero e sexualidade em sala de aula. Trata-se de um projeto de caráter ditatorial e que atua como um retrocesso na educação brasileira. De acordo com Débora Calais, os participantes do II ENE se posicionaram unanimemente contra o PL.
 
O CRESS-MG também se une a esta luta contra um projeto extremamente conservador e que contraria o conceito de que toda educação é política, e repudia o PL “Escola sem Partido”.
 
Leia o CFESS Manifesta elaborado para o II ENE.

Conheça mais sobre o CRESS-MG

Informações adicionais
Informações adicionais
Informações adicionais

SEDE: (31) 3226-2083 | cress@cress-mg.org.br

Rua Guajajaras, 410 - 11º andar. Centro. Belo Horizonte - MG. CEP 30180-912

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL JUIZ DE FORA: (32) 3217-9186 | seccionaljuizdefora@cress-mg.org.br

Av. Barão do Rio Branco, 2595 - sala 1103/1104. Juiz de Fora - MG. CEP 36010-907

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL MONTES CLAROS: (38) 3221-9358 | seccionalmontesclaros@cress-mg.org.br

Av. Coronel Prates, 376 - sala 301. Centro. Montes Claros - MG. CEP 39400-104

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL UBERLÂNDIA: (34) 3236-3024 | seccionaluberlandia@cress-mg.org.br

Av. Afonso Pena, 547 - sala 101. Uberlândia - MG. CEP 38400-128

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h