Concurso de Poesias do 4º Simpósio Mineiro de Assistentes Sociais

Publicado em 11/04/2016

"Compreendi que a poesia está nas palavras, se faz com palavras e não com ideias e sentimentos, muito embora, bem entendido, seja pela força do sentimento ou pela tensão do espírito que acodem ao poeta as combinações de palavras onde há carga de poesia”.

A frase acima é do poeta Manuel Bandeira e foi escolhida como inspiração para quem ainda não se inscreveu para o Concurso de Poesias do 4º Simpósio Mineiro de Assistentes Sociais. O prazo termina no dia 15/4, então não perca tempo! Escreva uma poesia com o tema “80 anos de Serviço Social: Tendências e Desafios”, com no máximo uma lauda, em fonte Arial 12, espaço entrelinhas 1,5, margens superior e esquerda 3 cm e direita e inferior 2 cm, e envie para secretaria@cress-mg.org.br.

Para inspirar, veja algumas dicas do blog “Poesia e Escrita”:

1 – A Poesia trabalha muito com a sonoridade das palavras. Escolha-as recitando em voz alta. O som delas fala muito!

2 – Distribua as frases em mais de um verso de modo que as palavras ganhem mais de um sentido lendo seu poema pela lógica gramatical ou pelo próprio compasso do poema.

3 – Trabalhe com as figuras de linguagem para jogar os holofotes a uma parte importante a ser destacada em seu poema. A aliteração é sempre uma ferramenta interessante!

4 – Nunca esqueça da musicalidade! Faça com que seu poema tenha um sentido sonoro (mais pausado, mais alegre, mais denso…) que faça sentido no contexto.

5 – A Poesia é a arte de dizer mais com menos. Lembre-se sempre disso, atentando-se às sensações e interpretações possíveis. Brinque com elas!

6 – Rimas dão cola ao poema. Use-as para deixá-lo mais hermético. Mas fuja das obviedades e brinque com os sons das palavras para remetê-las umas às outras.

7 – Um poema sempre tem mais de uma camada. Escreva-o de forma que seus leitores possam ter interpretações diversas sobre seu texto. Mas tente controlar essa “força”!

8 – Os sentimentos e sensações nunca poderão ser traduzidos perfeitamente em palavras. Mas a Poesia está aí para se aproximar ao máximo disso. Matenha esse objetivo e trabalhe os elementos (sonoridade, disposição das palavras, conotação x denotação, etc.) de modo a reforçar a ideia do texto.

9 – Sinta-se livre para escrever! E mais livre você pode ser se entender que o eu-lírico não precisa ser você! Trabalhe essa mistura, essa confusão: “O poeta é um fingidor./ Finge tão completamente/ Que chega a fingir que é dor/ A dor que deveras sente”.

10 – Surpreenda o leitor! Quebre a monotonia de seu texto com elementos diversos para dar ênfase a determinadas partes do texto. Mas não abuse! A diversidade também pode ser monótona!

Para outras informações, clique aqui.

Conheça mais sobre o CRESS-MG

Informações adicionais
Informações adicionais
Informações adicionais

SEDE: (31) 3226-2083 | cress@cress-mg.org.br

Rua Tupis, 485 - sala 502. Centro. Belo Horizonte - MG. CEP 30190-060

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL JUIZ DE FORA: (32) 3217-9186 | seccionaljuizdefora@cress-mg.org.br

Av. Barão do Rio Branco, 2595 - sala 1103/1104. Juiz de Fora - MG. CEP 36010-907

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL MONTES CLAROS: (38) 3221-9358 | seccionalmontesclaros@cress-mg.org.br

Av. Coronel Prates, 376 - sala 301. Centro. Montes Claros - MG. CEP 39400-104

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL UBERLÂNDIA: (34) 3236-3024 | seccionaluberlandia@cress-mg.org.br

Av. Afonso Pena, 547 - sala 101. Uberlândia - MG. CEP 38400-128

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h