Instrumentalidade do Serviço Social

Publicado em 12/11/2015

“Instrumentalidade do Serviço Social” foi o tema trazido pela professora Yolanda Guerra para mais um curso do programa Formação Continuada do CRESS-MG. Cerca de 30 participantes integraram a turma que debateu e refletiu sobre o trabalho e a práxis, no último dia 7 de novembro, no auditório da sede do Conselho.

O conteúdo apresentado trouxe fundamentos da ontologia do ser social e também proporcionou conversas sobre articulações, nexos e contradições entre instrumentalidade e racionalidade, teoria e prática. De acordo com Sheila Soares, assistente social do município de São Sebastião do Maranhão, a opção do curso no fim de semana é importante para aqueles que residem no interior do estado. “Aprimorar os conhecimentos é essencial, principalmente quando há uma associação entre teoria e prática, como hoje, pois dá subsídio para a atuação prática da profissão”, afirmou.

Para a assistente social Romilda Godinho, que também reside e trabalha em São Sebastião do Maranhão, a iniciativa é importante. “Por morar no interior, às vezes o acesso à capacitação pode ser mais difícil. Quando surge uma oportunidade como essa, participo não só pelo conhecimento que adquiro, mas também para levá-lo para a prática do meu trabalho no município”, argumentou.

Iniciativa importante

A professora Yolanda Guerra também destacou a importância da iniciativa do CRESS-MG de ofertar capacitações diversas, por meio do programa Formação Continuada. “É fundamental, uma oportunidade de fazer contato com o/a assistente social, saber sua origem, e a gente vê cada vez mais um segmento profissional plural. Durante os encontros temos a possibilidade de trazer a reflexão sobre o que está sendo feito. Não trabalhamos com uma proposta fechada de apenas transmitir conceitos, mas sempre com uma direção social muito clara, e é uma discussão que me permite fazer essa relação entre teoria e prática, que já existe, mas que é tão pouco identificada no exercício profissional”, explicou.

Buscar na capacitação novos conhecimentos para o trabalho diário é também um dos objetivos do assistente social André Maurício Sanábio Freesz, de Juiz de Fora. “São cursos de alta qualidade, a gente tem que estar sempre por dentro e o CRESS-MG tem mantido essa política de estar junto da categoria”, concluiu.

 

Conheça mais sobre o CRESS-MG

Informações adicionais
Informações adicionais
Informações adicionais

SEDE: (31) 3226-2083 | cress@cress-mg.org.br

Rua Tupis, 485 - sala 502. Centro. Belo Horizonte - MG. CEP 30190-060

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL JUIZ DE FORA: (32) 3217-9186 | seccionaljuizdefora@cress-mg.org.br

Av. Barão do Rio Branco, 2595 - sala 1103/1104. Juiz de Fora - MG. CEP 36010-907

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL MONTES CLAROS: (38) 3221-9358 | seccionalmontesclaros@cress-mg.org.br

Av. Coronel Prates, 376 - sala 301. Centro. Montes Claros - MG. CEP 39400-104

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL UBERLÂNDIA: (34) 3236-3024 | seccionaluberlandia@cress-mg.org.br

Av. Afonso Pena, 547 - sala 101. Uberlândia - MG. CEP 38400-128

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h