Vem aí o desfile pelo Dia Nacional da Luta Antimanicomial

Publicado em 09/05/2014

Conviver em sociedade, tendo a cidade como espaço de todos não é tarefa fácil: implica, em especial, na não segregação da diferença. Essa é a audaciosa e criativa provocação que o Fórum Mineiro de Saúde Mental e Associação dos Usuários dos Serviços de Saúde Mental de Minas Gerais (ASUSSAM) levam para as ruas de Belo Horizonte para marcar o Dia Nacional da Luta Antimanicomial.
 
A manifestação político-cultural em formato de desfile de escola de samba será realizada no dia 19 de maio, com concentração às 14h, na Praça da Liberdade, e saída às 15h, em direção à Praça da Estação. A expectativa é que participem, aproximadamente, 4 mil pessoas, entre trabalhadores, usuários e familiares dos serviços substitutivos em saúde mental, representantes de movimentos sociais, culturais e outras organizações da sociedade civil, vindos de mais de 20 municípios do estado.
 
A escola de samba Liberdade Ainda que Tan Tan vai embalar as ruas centrais da cidade reivindicando uma sociedade sem manicômios. Com o tema “A Cidade que queremos: seja feita a nossa vontade!”, a manifestação/desfile chama atenção para uma outra sociabilidade, marcada pela construção solidária do resgate dos direitos.
 
O tema traz a pauta da cidade enquanto espaço de reencantamento e acolhimento da diversidade. Um lugar que escute a pulsação da vida, onde as planilhas brinquem com as formas para que possam caber as pessoas em sua diferença. Para isso, é preciso mudar o cenário, criando dispositivos onde caibam as singularidades fora dos padrões e que se oponham à segregação.
 
Liberdade Ainda que Tan Tan
 
A escola de samba é uma estratégia do movimento da luta antimanicomial de Minas Gerais, que há 18 anos utiliza o formato da festa mais popular do Brasil para defender a Reforma Psiquiátrica antimanicomial. A manifestação político-cultural quer provocar o pensamento das pessoas em relação à loucura, entendendo os manicômios como toda forma de segregação.
 
Desde janeiro, o movimento vem se reunindo para organizar o Dia Nacional da Luta Antimanicomial. A comissão organizadora, composta por trabalhadores, usuários e familiares da rede de saúde mental, elabora a proposta de um tema eixo, que será trabalhado nas alas da manifestação.
 
Uma vez decidido, o tema é divulgado junto à rede para que as pessoas produzam seus sambas. As músicas são apresentadas em um concurso e uma comissão de jurados, formada por produtores culturais e artistas, define qual será o samba ganhador. No mesmo concurso, são escolhidos mestre sala, porta bandeira, rainha e princesa da bateria, todos estes usuários da saúde mental.
 
Em 2014, o 10º Concurso do Samba Enredo da escola de samba “Liberdade Ainda que Tan Tan” aconteceu no dia 26 de abril, no Parque Professor Guilherme Lage, em Belo Horizonte. O samba eleito para embalar o desfile foi “Revolussamba”, produzido coletivamente nas oficinas de música do centro de Convivência Venda Nova.
 
Saiba como foi 10º Concurso do Samba Enredo da escola de samba “Liberdade Ainda que Tan Tan".
 
Dia Nacional da Luta Antimanicomial
 
No ano de 1987, durante o Encontro dos Trabalhadores da Saúde Mental, na cidade de Bauru/SP, o movimento antimanicomial escolheu no calendário nacional uma data para reafirmar a luta “por uma sociedade sem manicômios”. Ficou estabelecido o 18 de maio como o Dia Nacional da Luta Antimanicomial.
 
Desde então, Belo Horizonte cumpre essa agenda, pautando a implantação da ousada política de saúde mental em rede, o que produziu as primeiras mudanças e evidenciou a viabilidade da proposta. Em 1997, aconteceu pela primeira vez na cidade a manifestação político-cultural no formato de carnaval e assim vem acontecendo até os dias de hoje.
De forma lúdica, sensível e crítica, a escola de samba Liberdade Ainda que Tan Tan mobiliza a cidade, provocando reflexões sobre o lugar social da loucura em seu encontro com a arte e o pensamento.
 
Confira mais informações sobre a luta antimanicomial.
 
Serviço
 
O que: desfile/ manifestação do Dia Nacional da Luta Antimanicomial
Quando: 19 de maio
Concentração: Praça da Liberdade – a partir de 14h
Saída: 15h
Trajeto: Praça da Liberdade – Av. João Pinheiro – Av. Afonso Pena – Rua Espírito Santo – Rua Tupinambás – Praça da Estação (dispersão)
 
Fonte: CRP-MG

Conheça mais sobre o CRESS-MG

Informações adicionais
Informações adicionais
Informações adicionais

SEDE: (31) 3226-2083 | cress@cress-mg.org.br

Rua Tupis, 485 - sala 502. Centro. Belo Horizonte - MG. CEP 30190-060

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL JUIZ DE FORA: (32) 3217-9186 | seccionaljuizdefora@cress-mg.org.br

Av. Barão do Rio Branco, 2595 - sala 1103/1104. Juiz de Fora - MG. CEP 36010-907

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL MONTES CLAROS: (38) 3221-9358 | seccionalmontesclaros@cress-mg.org.br

Av. Coronel Prates, 376 - sala 301. Centro. Montes Claros - MG. CEP 39400-104

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL UBERLÂNDIA: (34) 3236-3024 | seccionaluberlandia@cress-mg.org.br

Av. Afonso Pena, 547 - sala 101. Uberlândia - MG. CEP 38400-128

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h