Portal anticapitalista divulga lista dos 50 melhores filmes da esquerda

Publicado em 13/01/2014

Cinema e socialismo foram colegas de escola no princípio do século 20. Às vezes juntos, cresceram, apaixonaram-se, magoaram-se, desiludiram-se e continuaram a aprender. Foi pensando nisso que, após ter divulgado uma lista com os 35 melhores filmes da esquerda, o Diário Liberdade, portal popular e anticapitalista da Galiza e países lusófonos, atualizou a lista que agora contém 50 longa metragens, nesta mesma linha.

Entre os títulos, estão os brasileiros "Cabra cega" (2005) e "O que é isso, companheiro?" (1997).

Segundo a publicação, "esta lista, inevitavelmente incompleta e truncada de injustiças, resgata da História do Cinema, as melhores e mais belas encarnações dos ideais da esquerda." 

Veja alguns dos títulos abaixo:

Cabra cega 

País: Brasil

Ano: 2009

Realizador: Toni Venturi

Embora injustamente relegado ao ilustre desconhecimento, este é um dos filmes mais interessantes e originais sobre a ditadura militar. O Che dizia que numa revolução ou se vence ou se morre, mas essa opção não tem Thiago, militante de uma organização armada, que é ferido e obrigado a se esconder numa casa clandestina. A sua prisão domiciliária é palco de diálogos enternecedores e para memórias tenebrosas que se desenrolam entre o pavor da prisão e da tortura e a paixão de Rosa, que confirma o axioma: a mulher que luta é mesmo a mais bonita. 

Sambizanga

País: Angola

Ano: 1973

Realizador: Sarah Maldoror

Sambizanga arruma com o mito do “brando colonialismo português” numa clara e inequívoca afirmação da estética e cultura africanas. Domingos, militante do MPLA, é sequestrado pela PIDE e torturado durante vários dias. Entretanto, a sua família procura-o desesperadamente entre o desespero do povo angolano. Filmado no Congo com guerrilheiros do MPLA e do PAIGC na maioria dos papéis e baseado na obra de José Luandino Vieira, Sambizanga é um dos mais poderosos filmes anti-coloniais de todo o continente africano.

Machuca

País: Chile

Ano: 2004

Realizador: Andrés Wood

Chile, 1973. Dois rapazes são unidos pela amizade e separados pelas classes sociais. Este é um filme sobre a adolescência, com toda a esperança e violência que ela comporta e, por isso mesmo, a melhor lente sobre a História recente do Chile. Mas Machuca é muito mais do que uma rara janela para a experiência socialista de Allende e uma crítica à podridão da burguesia que engendrou Pinochet. É por direito, um dos melhores filmes chilenos alguma vez produzidos.

Confira aqui a lista completa com os trailers.

Conheça mais sobre o CRESS-MG

Informações adicionais
Informações adicionais
Informações adicionais

SEDE: (31) 3226-2083 | cress@cress-mg.org.br

Rua Guajajaras, 410 - 11º andar. Centro. Belo Horizonte - MG. CEP 30180-912

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL JUIZ DE FORA: (32) 3217-9186 | seccionaljuizdefora@cress-mg.org.br

Av. Barão do Rio Branco, 2595 - sala 1103/1104. Juiz de Fora - MG. CEP 36010-907

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL MONTES CLAROS: (38) 3221-9358 | seccionalmontesclaros@cress-mg.org.br

Av. Coronel Prates, 376 - sala 301. Centro. Montes Claros - MG. CEP 39400-104

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL UBERLÂNDIA: (34) 3236-3024 | seccionaluberlandia@cress-mg.org.br

Av. Afonso Pena, 547 - sala 101. Uberlândia - MG. CEP 38400-128

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h