Importância de saber o que é o Serviço Social orienta debate em Montes Claros

Publicado em 14/11/2013

Posicionamentos polêmicos marcaram o evento sobre “O que é o Serviço Social – A vigência de um velho problema e desafio para a formação profissional” promovido pela Unimontes e a Seccional Montes Claros, no dia 31 de outubro. 

A atividade principal foi a palestra de Evaristo Cólman, professor do Curso de Serviço Social da Universidade Estadual de Londrina (UEL-PR), pesquisador de processos de trabalho do Serviço Social e do projeto ético-político e editor do "Serviço Social em Revista". Estavam presentes alunos e profissionais da área.

O convidado considerou um desafio abordar algo que há muito não tem sido debatido na profissão.  Evaristo relembrou o tempo de estudante, quando uma professora recomendou que no seu primeiro dia de trabalho como assistente social, não perguntasse o que fazer e, sim, onde era a sala ou setor do Serviço Social. “A perspectiva de quem deveria saber o que fazer era o profissional”, comenta.

Porquê definir a profissão

Em Londrina, o professor se deparou com um artigo do estudioso de Serviço Social, Carlos Montaño, em que ele fala da “paranoia” dos assistentes sociais em querer detalhar o que é o Serviço Social. Evaristo discordou da afirmação e produziu um artigo contestando e apontando a necessidade de tratar da especificativa, que, segundo ele, é papel do docente trazer essa discussão para os acadêmicos. Desde então, o professor é contrário à afirmação de que buscar a especificidade do que é o Serviço Social não é arbitrário ou que isso é necessariamente do campo positivista.

Entendendo que o espaço da formação é essencialmente o lugar do debate, de construções e defesas de teses, a diretora da Seccional, Carla Pereira, afirmou que é importante o exercício de ouvir e respeitar posicionamentos contrários ao que defendemos. “Nós nos colocarmos abertos ao debate não significa vacilar em nossas defesas, mas sim, assegurar os princípios basilares da tendência hegemônica do Serviço Social”, indicou Carla.

10 anos do Curso de Serviço Social na Unimontes

Neste ano, o Curso de Serviço Social da Universidade Estadual de Montes Claros Unimontes comemora uma década. No evento do dia 31 de outubro, a Seccional homenageou a primeira turma de graduados e a assistente social e professora do curso, Bárbara Sepúlveda, usou uma das frases mais enigmáticas de Guimarães Rosa, para homenagear a todos que passaram pelo curso.

“Para onde nos atrai o azul?’ Uma possibilidade é sempre o horizonte. Quando adentramos num curso universitário, diferentes horizontes se abrem, novas relações são construídas, relações de amizade, de respeito, afeto. O conhecimento repartido é multiplicado. No acesso a um curso como de Serviço Social, a nossa percepção crítica frente à realidade social é ampliada. A uma práxis comprometida com a emancipação cidadã, se junta a atitude amorosa de respeito ao ser humano”, disse Bárbara, em nome da primeira turma de graduados do curso de Serviço Social da Unimontes, da qual ela fez parte. 

Conheça mais sobre o CRESS-MG

Informações adicionais
Informações adicionais
Informações adicionais

SEDE: (31) 3226-2083 | cress@cress-mg.org.br

Rua Guajajaras, 410 - 11º andar. Centro. Belo Horizonte - MG. CEP 30180-912

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL JUIZ DE FORA: (32) 3217-9186 | seccionaljuizdefora@cress-mg.org.br

Av. Barão do Rio Branco, 2595 - sala 1103/1104. Juiz de Fora - MG. CEP 36010-907

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL MONTES CLAROS: (38) 3221-9358 | seccionalmontesclaros@cress-mg.org.br

Av. Coronel Prates, 376 - sala 301. Centro. Montes Claros - MG. CEP 39400-104

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h


SECCIONAL UBERLÂNDIA: (34) 3236-3024 | seccionaluberlandia@cress-mg.org.br

Av. Afonso Pena, 547 - sala 101. Uberlândia - MG. CEP 38400-128

Funcionamento: segunda a sexta, das 13h às 19h