imprimir

Toma posse nova gestão do Conselho Municipal de Assistência Social de BH


Da esq. Denise Viana, nova conselheira pelo CRESS-MG, Maíra Colares, secretária municipal de Políticas Sociais, José Crus, secretário municipal adjunto de Assistência Social e Cristiane Maia, nova conselheira. 

Aconteceu nesta terça-feira, 7 de agosto, na Prefeitura de Belo Horizonte, a posse da nova gestão do Conselho Municipal de Assistência Social (CMAS). O CRESS-MG está representado pela assistente social Denise Viana, membro de base da Comissão de Assistência Social, e que assumiu como suplente, na categoria entidades representativas das trabalhadoras e trabalhadores.

Na cerimônia de posse, a secretária municipal de Políticas Sociais, Maíra Colares, disse que a coesão da gestão 2016-2018, no que diz respeito à concepção de Assistência Social, foi indispensável para atravessar o período de perda de direitos no país, e comenta, ainda, que este perfil deve ser mantido na nova gestão.

"Acreditamos em uma concepção democrática e participativa da Assistência Social. Precisamos, ainda, ter claro que os espaços de controle social são feitos por pessoas e que mais importante que o lugar que ocupamos hoje é saber que nossa união em torno do mesmo entendimento da política nos fortalece para combater os problemas da atual conjuntura”, pontua.

Já o secretário municipal adjunto de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania e subsecretário de Assistência Social, José Crus, citou algumas conquistas da gestão que acaba de se encerrar, como a instauração do Fórum Municipal dos Usuários, a implementação do Plano Plurianual de Ação Governamental (PPAG) e o posicionamento contrário ao programa do governo federal “Criança feliz”.

Controle social

O CMAS é uma entidade de controle social com caráter permanente e composição paritária entre governo e sociedade civil e normatiza, disciplina, acompanha, avalia e fiscaliza a gestão e a execução dos serviços, programas, projetos e benefícios socioassistenciais.

A gestão é composta por 40 integrantes titulares e seus suplentes, sendo uma metade representantes do poder executivo municipal e a outra, representantes da sociedade civil, incluindo representantes de usuários, entidades e organizações de assistência social e entidades representativas das trabalhadoras e trabalhadores do Suas, em Belo Horizonte.

Representação

Representando o CRESS-MG na categoria de entidades representativas das trabalhadoras e trabalhadores, a assistente social Denise Viana, que atua no Abrigo Municipal Granja de Freitas, acredita que mesmo em um cenário de retrocessos será possível conseguir mudanças positivas para as e os profissionais da Assistência Social.

“Espero contribuir, junto com o coletivo, para atender as demandas das trabalhadoras e trabalhadores do Suas, independentemente se são efetivos ou contratados. Sabemos que o cenário é de precarização do trabalho e o objetivo é fazer com que essas categorias profissionais sejam vistas, reconhecidas e valorizadas”, declara.

Veja a resolução com o nome de todas as conselheiras e conselheiros da Gestão 2018-2020 do CMAS.